segunda-feira, 24 de novembro de 2008

Os 150 anos do Leão!


O Leão é actualmente reconhecido como o símbolo universal dos produtos PEUGEOT, os quais são hoje distribuídos em mais de 150 países. Foi no dia 20 de Novembro de 1858 que Emile PEUGEOT entregou a um escrivão o cunho da sua marca que representava um Leão com ou sem flecha.

A origem do Leão

Emile PEUGEOT contactou Julien BLAZER, um ourives e cinzelador da região Franche-Comté, para que este criasse um logótipo que permitisse identificar os produtos da marca PEUGEOT. Muito rapidamente o Leão era sujeito a serras e outros instrumentos afiados de cutelaria. Este animal tinha sido escolhido devido às semelhanças com as serras da PEUGEOT, que eram e ficaram célebres pela:

- resistência dos dentes, à semelhança do leão.
- agilidade da lâmina, à semelhança do corpo do leão.
- rapidez do golpe, à semelhança do ataque do leão.

Ao longo do tempo, a imagem do Leão evoluiu. De pose majestosa e a caminhar sobre uma flecha, virado para a esquerda no início, encontrámo-lo sem a flecha ou, mais raramente, voltado para a direita. Em 1882, a parte de cima da juba do Leão foi alterada e o corpo surgiu mais robusto. Tendose tornado rapidamente a única marca de fábrica da PEUGEOT, o Leão apareceu nas ferramentas e lâminas de serras, nos moinhos de café em 1881 (cuja produção tinha começado em 1840), nos velocípedes em 1882, e, por fim, nos motociclos, em 1898.

O Leão entra na história da indústria automóvel

Embora o primeiro automóvel de série (tipo 3) de Armand PEUGEOT tenha surgido em 1891, foi em 1906 que os veículos de série começaram a exibir o Leão sobre uma flecha. Foi assim que o Leão passou a acompanhar uma das três primeiras marcas de automóveis do mundo, desde o seu início. Em 1910, as duas entidades (PEUGEOT Frères e Armand PEUGEOT) juntaramse e deram origem à Société des Automobiles et Cycles PEUGEOT.
As duas gamas coexistiram até à Primeira Guerra Mundial, e o último automóvel dessa época a ostentar o Leão foi o BéBé Lion (concebido por Ettore Bugatti), que tinha sido apresentado no salon de l’automobile de Outubro de 1912.

As produções que se seguiram apresentavam apenas, na parte superior da grelha, letras em estilo antigo no interior de um emblema. Alguns dos veículos incluíam também letras isoladas ou incorporadas num brasão (a partir do 201). Nos anos 20, o Leão tornou-se verdadeira imagem de
marca para os “Peugeotistas”, que o usavam como adereço na tampa do radiador. Através da rede, foram difundidos dois tipos de Leão de radiador: o do escultor Marx, rugindo, e o de Baudichon, em posição de ataque.

Por seu lado, os velocípedes e os motociclos adoptaram, no início, o Leão sobre a flecha num fundo de roda com raios. Posteriormente, nos anos 20, foi adoptado o Leão “de combate” virado para a direita. Por fim, na década de 60, adoptou-se o Leão “de combate” com letras coticadas. As ferramentas e os electrodomésticos optaram pelo Leão sobre a flecha num brasão ou, no caso dos moinhos de café, numa chapa oval.

O Leão salta para a frente dos Peugeot e aí permanecerá definitivamente

A partir de Outubro de 1933, com o lançamento da linha dita “aerodinâmica” para o conjunto da série (201BR, 301 CR, 601 C e, um ano depois, do 401), surge pela primeira vez a cabeça de um Leão na parte superior da grelha. A ideia seria retomada através da introdução de cabeças em forma de fuso no modelo 402 (1935) e, posteriormente, no 302 e no 202. Em 1948, o 203 adopta como figura de proa um Leão no capot com um novo estilo, mais agressivo, e será ainda utilizado um novo Leão no capot no 403. Uma vez que eram considerados perigosos em caso de colisão, estes dois últimos ornamentos desapareceram em Setembro de 1958.

O Leão assume a pose… heráldica!

Com o 203, surge pela primeira vez o Leão heráldico da região Franche-Comté e do ducado de Montbéliard. Até Outubro de 1952, o emblema estava colocado na tampa do porta-bagagens, até que, em Setembro de 1958, passou para a dianteira do capot, onde permaneceu até a série desaparecer, em Fevereiro de 1960. Durante este período, o Leão heráldico aparecia também nas produções da PEUGEOT motocycles.

De Abril de 1955 até 1966, este Leão reapareceu num pequeno brasão no centro da grelha do 403, até ser substituído por um modelo maior, estreado no 404, em Maio de 1960. Nos anos 60, todos os modelos passam a adoptar este brasão. Em Setembro de 1968, aquele Leão foi substituído por um outro, dourado ou cromado, que surgia no chassis do 504, e que veio a ser adoptado pelos modelos 404, 204, 304 e 104.

Uma nova geração, o Leão de contorno fino do 604, comercializado em Setembro de 1975, que foi também introduzido no 305 (Novembro de 1977) e no 505 (Maio de 1979), antes de se apresentar sobre um fundo preto, em 1982 no 205, em 1985 no 309, em 1987 no 405, em 1989 no 605, 1991 no 106 e em 1993 no 306.

A afirmação do Leão perante o sucesso

No seu lançamento em Outubro de 1995, o 406 distingue-se pelo seu Leão preenchido, que depressa foi adaptado a toda a geração dos modelos “6”. Em 1998, este Leão foi abandonado em detrimento de um Leão moderno que, com as suas formas estilizadas e traços angulosos, passou a ser ostentado na dianteira e traseira dos automóveis e scooters PEUGEOT. Em 2000, a associação L’Aventure Peugeot, para reafirmar a sua missão patrimonial, colocou o Leão num brasão com fundo azul e debruado a amarelo que, outrora, identificava a marca.

Actualmente, o Leão é reconhecido universalmente e a sua imagem está inevitavelmente associada ao nome PEUGEOT.

sexta-feira, 21 de novembro de 2008

Queres ganhar um GPS?

Queres ganhar um GPS?



Escolhe a seta correcta, ou seja, aquela que vai percorrer o labirinto e chegar até ao teu GPS topo de gama!

 

Joga, escolhe a rota certa e... ganha!!!

Tenta a tua sorte!

quarta-feira, 19 de novembro de 2008

Peugeot 407 - O prazer renovado

Os 407 berlina e SW fizeram a sua aparição em 2004 e rapidamente se impuseram como uma proposta vencedora no muito disputado segmento médio superior. A Peugeot acaba agora de lançar a nova gama 407, assente em propostas renovadas e fortemente enriquecidas.

O sucesso da gama 407 deve-se às silhuetas berlina e SW, cujo carácter muito forte agitou o “convencional” que acompanha muitas vezes neste segmento a berlina autêntica e a break orientada para o volume e a funcionalidade.

A boa aceitação do modelo no mercado português evidenciou-se desde logo com a berlina, à qual se juntou meses mais tarde o 407 SW, que viria a ser a carrinha mais vendida do segmento em 2005. No final desse ano, surgiu a terceira silhueta plena de raça: o 407 Coupé, inspirado no Grande Turismo contemporâneo e com um comportamento em estrada de excepção.

Para fazer vingar a sua gama média superior neste exigente segmento, a Peugeot concebeu o 407 de modo a responder a uma clientela sensível à estética, apaixonada pelo conteúdo tecnológico, em busca do prazer de condução, tanto na berlina como no SW, e, no caso deste último, com a liberdade de dedicar a sua utilização ao lazer, em família ou entre amigos, ou à actividade profissional.

Gama renovada e fortemente enriquecida
Os 407 que acabam de chegar ao mercado nacional apresentam, além de diversas evoluções, uma gama reformulada ainda mais atractiva, no que à dotação de equipamento diz respeito.

O modelo continua a distinguir-se, como sempre, pelo comportamento em estrada, a segurança activa, o prazer de condução e o conforto de alto nível.
Mas agora os atractivos do modelo saem reforçados sobremaneira e à cabeça das novidades está a nova gama, que introduz de série equipamentos tão valiosos como o sistema de ajuda ao estacionamento dianteiro e traseiro, ou os novos sistemas de navegação.

Além disso, o renovado 407 melhora os aspectos fundamentais do modelo com:
· Subtis evoluções estéticas actualizam o estilo dinâmico e ganham em elegância, robustez e qualidade percebida, tanto no exterior, como no interior.
· Novas prestações de conforto propõem ainda maior bem-estar, designadamente em termos de conforto térmico e de uma nova oferta telemática.
· Novos equipamentos reforçam o prazer de condução e as prestações dinâmicas amplamente reconhecidas.

Este cocktail é acompanhado por uma oferta muito adequada de motores com tecnologias elaboradas, nomeadamente no campo do diesel HDi, a energia predilecta do 407.

sexta-feira, 14 de novembro de 2008

Standvirtual lança a Sétima-Feira®

 
Os anunciantes do Standvirtual podem com a Sétima-Feira® informar gratuitamente:

  • que estão disponíveis por telefone ao fim-de-semana,
  • que estão disponíveis para visitas à viatura,
  • ou mesmo um test drive.

Um vendedor pode marcar no seu anúncio os dias e horas que no fim-de-semana seguinte está disponível por telefone, para visitas à viatura e/ou um test drive.
Compradores poderão durante o fim-de-semana pesquisar por anúncios assinalados como Sétima-Feira®.


Funciona da seguinte forma: 


Anúncios marcados como Sétima-Feira®, são apresentados com um pequeno símbolo durante a disponibilidade definida pelo vendedor. 



... e na visualização do anúncio encontra-se uma caixa com a disponibilidade definida pelo anunciante: telefone, visita à viatura e/ou test drive.


A Sétima-Feira® é gratuita, no entanto só está disponível para vendedores particulares. 

quarta-feira, 12 de novembro de 2008

Morada Completa

Precisa enviar uma correspondência, mas não sabe a morada certa?

No moradacompleta.com basta saber a localidade e o código postal para descobrir as moradas completas que procura.

É muito fácil! Seleccione o distrito, o código postal, a localidade em concreto e terá a morada completa desse local.

terça-feira, 4 de novembro de 2008

Novo Peugeot 107 - Um concentrado de simpatia «eco-friendly»

Com mais de 322.000 unidades produzidas e igual número de clientes, o Peugeot 107 afirmou-se em pleno na paisagem automóvel citadina e prepara-se para aumentar a sua capacidade de sedução com a chegada do novo modelo no início de 2009.

Por trás do seu estilo de automóvel “jovial”, o 107 evidenciou rapidamente as suas qualidades e demonstrou que constitui uma resposta eficaz e inteligente às necessidades de mobilidade urbana, uma tarefa que cumpre alegremente. Aliás, a paixão do Peugeot 107 pela cidade data da Primavera de 2005, mas o modelo aceita de boa vontade uma escapadela pela auto-estrada…

Desde essa data, o modelo impôs-se entre os automóveis citadinos por força de três trunfos fundamentais:

O 107 é sedutor…
O seu aspecto lúdico, as suas múltiplas cores de carroçaria e o seu olhar “malicioso” iluminam a rua e a vida dos seus utilizadores, para os quais o estilo pesou bastante na escolha e permanece um importante critério de decisão.

O 107 apresenta atributos essenciais…
A maneabilidade e a economia de utilização, factores de escolha fundamentais e distintivos no segmento, conjuntamente com a sua linha e o seu preço de aquisição, revelam-se os primeiros motivos de satisfação dos utilizadores do 107, a níveis muito superiores à média do mercado.
O 107 exprime juventude…
Constituindo, como acontece com a maior parte dos veículos da sua categoria, a segunda ou mesmo a terceira viatura da família, o 107 distingue-se na sua paisagem concorrencial por uma clientela ainda mais feminina e mais jovem.

quarta-feira, 29 de outubro de 2008

Coordenadas.de Portugal

Não sabe as coordenadas geográficas de uma localidade? Precisa descobrir a localização específica de um determinado lugar?
No
coordenadas.de Portugal descobre isso tudo!

Escolha o Distrito, o Concelho e a Localidade. Ao lado aparecerá um mapa ao estilo ‘google earth’. Navegue por esse mapa até encontrar a localização que procura.

Experimente esta maneira fácil, prática e útil de ver o mapa de Portugal!

sexta-feira, 17 de outubro de 2008

HY motion 3 compressor - O elo que faltava

Situado no cruzamento dos universos de mobilidade, entre a scooter e o automóvel, o estudo HY motion 3 compressor constitui uma proposta muito original para facilitar a circulação na cidade. Atraente pelo seu estilo dinâmico, pleno de raça e vanguardista, suscita o interesse pelo conceito, que associa numerosas vantagens (carácter compacto, segurança e conforto), e pela sua tecnologia híbrido/gasolina «HY motion». Esta tecnologia de nova geração implica a motricidade das suas 3 rodas para favorecer a segurança e o prazer de condução, e permite conjugar a economia de utilização com o respeito pelo ambiente (emite apenas 47 g/km de CO2 em ciclo misto, chegando mesmo às zero emissões, quando utilizado exclusivamente o modo eléctrico).

O concept HY motion 3 compressor é um objecto rolante não identificado num universo definido. Com as suas 3 rodas e a sua carenagem, posiciona-se como uma espécie de elo que faltava entre 2 universos actualmente bem distintos: o da scooter e o do automóvel.
Da combinação de um motor eléctrico em cada uma das 2 rodas dianteiras com o motor térmico instalado atrás, resultam soluções tecnológicas híbridas muito inovadoras que permitem a motricidade de cada uma das suas rodas.

Num mundo onde o trânsito urbano é cada vez mais intenso, onde todos procuram ganhar tempo a todo o custo, onde o preço do petróleo sobe em flecha e onde o ambiente é cada vez mais uma prioridade, os gabinetes de estudos rivalizam em engenho para imaginar múltiplas soluções para o futuro.

Exprimindo toda a sua criatividade e todo o seu saber, duas entidades distintas da Peugeot desenvolveram uma ideia semelhante, acabando por trabalhar em conjunto para dar vida a um projecto particularmente original: o HY motion 3 compressor.

segunda-feira, 13 de outubro de 2008

Novo Ford Fiesta


É já no próximo dia 16 de Outubro que a Ford vai lançar o novo Fiesta em Portugal. O novo Ford Fiesta chega ao mercado com dois níveis de equipamento - Trend e Titanium - e quatro motorizações, duas a gasolina - Duratec 1.25i de 82 cavalos e Duratec 1.4i de 96 cavalos (com caixa automática Durashift de quatro velocidades) - e outras tantas turbodiesel commonrail - Duratorq 1.4TDCi de 68 cavalos e Duratorq 1.6TDCi de 90 cavalos.

Do equipamento de série comum a toda a nova gama Fiesta destacam-se o sistema de ar condicionado, o novo airbag de joelhos para o condutor (complementando os tradicionais airbags para condutor, passageiro e laterais), e o sistema de abastecimento Ford EasyFuel, que previne erros de abastecimento de combustível.

Em complemento, o novo Ford Fiesta Trend inclui também, de série, sistema áudio CD/MP3, ABS com EBD, luzes follow-me-home, espelhos eléctricos na cor da carroçaria, vidros dianteiros eléctricos e fecho central de portas com comando à distância. Os motores deste nível serão o Duratec 1.25i e o Duratorq 1.4TDCi.

O Fiesta Titanium acrescentam, entre outros, o ar condicionado automático com controlo electrónico da temperatura, computador de bordo, volante desportivo de três raios em couro, jantes de liga leve de 15 polegadas e 12 raios, faróis de nevoeiro e iluminação ambiente em vermelho, para além da inclusão de cromados e acabamentos vários, exteriores e interiores.

À semelhança de outros lançamentos, a Ford vai acrescentar equipamento extra nas primeiras unidades, como as jantes de liga leve de 15 polegadas e faróis de nevoeiro para os Fiesta Trend e vidros eléctricos atrás e sistema Bluetooth com Controlo por Voz (V2C) em Português para os Fiesta Titanium.

No início de 2009, a gama Fiesta será alargada com dois novos derivativos - Sport e ECOnetic - ambos equipados com o motor Duratorq 1.6TDCi de 90 cv. Com níveis de emissões de 98 g/km, o Fiesta 1.6TDCi ECOnetic, anuncia consumos combinados de 3,7 litros aos 100 km. As restantes motorizações diesel, Duratorq 1.4TDCi e Duratorq 1.6TDCi apresentam também um baixo valor de emissões de 110 g/km.

Quanto a preços, o novo Fiesta chega ao mercado Português a partir dos 14.070 euros para o Fiesta 1.25i Trend, enquanto que nas motorizações diesel, os preços arrancam nos 17.985 euros para o Fiesta 1.4TDCi Titanium.

Tabela de Preços do novo Ford Fiesta:
Fiesta 1.25i Trend - 14.070 euros (14.520 euros para o 5 portas)
Fiesta 1.4TDCi Trend - 16.945 euros (17.395 euros/ 5 portas)
Fiesta 1.25i Titanium - 14.660 euros (15.110 euros / 5 portas)
Fiesta 1.4i Durashift Titanium - 19.705 euros (20.155 euros / 5 portas)
Fiesta 1.4TDCi Titanium - 17.535 euros (17.985 euros / 5 portas)
Fiesta 1.6TDCi Titanium - 18.780 euros (19.230 euros / 5 portas)

Fonte: autoportal

quinta-feira, 9 de outubro de 2008

Renault Roadshow F1

A Fórmula 1 está de regresso a Portugal entre os dias 25 e 26 de Outubro, numa acção promocional da Renault pelas ruas de Lisboa.

A Avenida da Liberdade, na capital portuguesa, será o palco do Renault Roadshow Fórmula 1. Lisboa será, em 2008, a única cidade europeia a acolher este evento.

O dia 25 está reservado para a 'afinação' de todos os pormenores relacionados com a logística do espectáculo, com os ensaios a decorrerem entre as 15h e as 17h. O dia 26 representará o culminar de todo este processo.

Esta acção promocional da Renault é completamente gratuita, por isso, mais uma razão para não ficar em casa nesse fim-de-semana.

Na zona dos Restauradores e da Avenida da Liberdade o trânsito estará "condicionado" já a partir de dia 20, isto quanto ao "estacionamento". Nos dias 25 e 26, o trânsito será ainda "condicionado" consoante a afluência de público".

quarta-feira, 8 de outubro de 2008

308 CC - O CC ainda mais cabriolet

Precursora, através da sua história, das “silhuetas prazer descapotáveis”, com os elegantes 401, 601 e 402 «Eclipse» dos anos 30, a Peugeot imprimiu nos seus genes este conceito automóvel que consiste em utilizar o veículo, em função do desejo do momento, como coupé ou cabriolet, recorrendo à magia de um tejadilho rígido alojável na bagageira.

Há uma década, no Salão de Geneve de 1998, esta interpretação pertinente do prazer automóvel, sob a forma do concept car 20, provocou admiração, espanto e, até mesmo, inveja.

Os conhecimentos da Marca viriam a concretizar-se posteriormente, de forma bem sucedida, através do 206 CC e do 307 CC, que democratizaram um conceito até então elitista. Em linha com o sucesso desta primeira geração, seguiu-se o 207 CC e, em breve, será a vez do 308 CC se abrir aos olhares de todos.

Até final de Junho de 2008 foram produzidos 636.600 veículos destinados aos apaixonados desta arte de viver, fazendo da Peugeot o líder mundial dos coupe cabriolets.

Na mesma linha das silhuetas 308 berlina e SW, o 308 CC, com os seus verdadeiros quatro lugares, apodera-se dos trunfos originais do 308, capitaliza sobre o “espirito 307 CC” e sobre o savoir-faire da Marca Peugeot na área dos coupe cabriolet, prometendo sobretudo um prazer exclusivo: a espantosa capacidade de iludir as estações e de aproveitar sempre mais a configuração cabriolet.

sexta-feira, 3 de outubro de 2008

Prologue HY motion 4 - O Híbrido de nova geração

Resultante do cruzamento de vários universos, o concept car Prologue HY motion 4 levanta uma parte do véu sobre um novo género de veículo. Antecipando as tendências que se prefiguram, este conceito constitui um formidável laboratório de ideias, propondo uma síntese inovadora em vários planos: a sua arquitectura, o seu estilo, o seu ambiente interior, a sua modularidade, os seus equipamentos “high tech” inéditos e a sua tecnologia híbrida HDi FAP de última geração, designada por « HY motion 4 », uma vez que permite que as 4 rodas sejam motrizes. Com efeito, graças à tracção através de um motor térmico e a uma propulsão eléctrica, esta viatura compacta de 200 cv (147kW), apresenta emissões de CO2 particularmente reduzidas: 109 g/km em ciclo misto, ou mesmo zero quando em modo exclusivamente eléctrico!

O Prologue HY motion 4 é um concept car percursor, que anuncia a chegada de um novo veículo, amplo e compacto, no seio da gama Peugeot. Posiciona-se no cruzamento de caminhos entre várias categorias, várias silhuetas… Este concept car revela também o avanço dos trabalhos numa via tão ambiciosa, como prometedora: uma cadeia de transmissão simultaneamente eléctrica e térmica que permite que as 4 rodas do veículo sejam motrizes: uma tecnologia designada por « HY motion 4 ».

quinta-feira, 25 de setembro de 2008

Peugeot Bipper eleito «International Van of the year» 2009

O Peugeot Bipper recebeu ontem o prémio «International Van of the Year» 2009, no âmbito do 62º Salão Internacional de Veículos Comerciais de Hanover. Depois do título 2008 ter sido atribuído ao Peugeot Expert, a Marca vê-se assim distinguida pela segunda vez consecutiva.

O novo veículo, fruto da ampla cooperação entre os grupos PSA Peugeot Citroën e Fiat na área dos Veículos Comerciais Ligeiros, e produzido na Turquia em parceria com o grupo TOFAS, chega ao pódio imediatamente à frente do novo Peugeot Partner.

O prémio anual de «International Van of the Year» é atribuído desde 1992 por um júri de jornalistas especializados e reconhecidos, representando 20 países europeus. A Peugeot já o tinha obtido antes com o Boxer (1995), o Partner (1997) e o Expert (2008).

O júri sublinha a originalidade deste novo conceito: por um lado, o Bipper cria, à frente da oferta europeia de furgonetas, uma proposta inédita que, pela sua compacticidade, as suas prestações optimizadas de volume (até 2,8 m3) e de carga útil (até 610 kg), a sua funcionalidade e a sua maneabilidade, responde às expectativas de uma clientela profissional específica; por outro lado, apresenta também versões ludospace concebidas para a família e para o lazer.

O título distingue igualmente um estilo simpático, de linhas acentuadas e arredondadas, e uma personalidade afirmada.

Os níveis bastante reduzidos de consumo e de emissões de CO2 (respectivamente 4,5 l/100 km e 119 gr de CO2/km em ciclo misto com o 1.4 HDi) constituíram outro argumento convincente.

No plano dinâmico, os jurados saudaram a oferta de motorizações do veículo, a existência de uma caixa de velocidades pilotada e a agilidade do comportamento em estrada.

O Peugeot Bipper, produzido em Bursa (Turquia), foi lançado comercialmente a partir de Dezembro 2007 na sua configuração de furgoneta e está hoje disponível na maioria dos mercados europeus e na Turquia. O ludospace Bipper Tepee, pelo seu lado, iniciou a sua comercialização no ano passado, num número limitado de mercados.

Num ano completo, o potencial industrial dos Bipper e Bipper Tepee atinge 50.000 unidades.

Totalmente renovada em 2006 (novo Boxer), em 2007 (novo Expert) e em 2008 (novo Partner, que sucede a um Partner Origin ainda hoje comercializado), a oferta de veículos comerciais ligeiros da Peugeot, agora enriquecida com o Bipper, tornou-se a mais jovem e completa da história da Marca.

O objectivo para 2008 é conseguir novos recordes anuais, tanto no que diz respeito às vendas mundiais, como em quota no mercado europeu dos veículos comerciais ligeiros.

sexta-feira, 19 de setembro de 2008

Já são conhecidos os 10 projectos finalistas

Mais de 132.000 internautas participaram na segunda fase de votação da 5ª edição do Concurso de Design da Peugeot, que se realizou on-line no site institucional da Marca (www.peugeot.com) e terminou no dia 15 de Setembro.

Este prestigiado concurso que, recorde-se, elegeu em 2005 o projecto “Moovie” do designer português André Costa, chega assim à recta final da sua 5ª edição com a eleição, por parte do júri Peugeot, dos 10 projectos finalistas:

GALapagos – Igor Yastrebov – Roménia – 21 anos;
Peugeot 888 – Oskar Johansen – Noruega – 34 anos;
Rugir – Onur Güvenc – Alemanha – 26 anos;
P.R.O. – Ke Guo – China – 21 anos;
OXO – Lou Ke – China – 22 anos;
Ego – Emre Yazici – Turquia – 45 anos;
RD – Carlos Arturo Torres Tovar – Colombia – 25 anos;
Vision – Shinji Numuki – Japão – 33 anos;
MoVille – Woo-Ram Lee – França – 22 anos;
Seed by Peugeot – Yann Terrer – França – 28 anos.

No dia 2 de Outubro, no stand Peugeot do Salão Automóvel de Paris, Jean-Philippe Collin, Director Geral da Marca, entregará o troféu “La Griffe” ao vencedor, cujo projecto será realizado numa maqueta à escala 1, a expor no Salão de Shanghai, na Primavera de 2009. Além disso, o vencedor receberá um prémio de 10.000 €. No Salão de Paris serão ainda revelados os outros dois finalistas.

A 5ª edição do Concurso de Design Peugeot demonstrou novamente a formidável energia que anima os designers de mais de 95 nacionalidades, que submeteram mais de 2.500 projectos a concurso.

Para descobrir os 10 projectos finalistas:
· http://www.peugeot.com/fr/design/concours-de-design/5emeedition/
les-10-finalistes.aspx
· http://www.peugeot.com/en/design/design-contest/5thedition/
the-10-finalists.aspx

Prova de Todo Terreno - Pax Rally

Team IBERTAL / HUGO FILIPE termina Pax Rally em 30º Lugar

Mais uma vez a equipa IBERTAL / HUGO FILIPE 4x4 terminou uma importante prova de Todo Terreno, o PAX RALLY.

0 30º lugar da classificação geral veio a ser o resultado final da equipa. Já se sabia que a concorrência iria ser muita e de muita qualidade. Isso não assustou a equipa que cumpriu o seu objectivo de terminar a prova.

A 1ª etapa, que ligou Lisboa a Castelo Branco, foi sem dúvida a etapa que marcou toda a prova da equipa. Uma fuga de gasóleo durante a especial, fez a equipa perder mais de 3 horas, 2 de penalização e 1 em reparações. O atraso acumulado por esta situação não mais veio a ser possível de corrigir.

“A prova foi bastante dura e com os 1000 kms em especiais tudo podia acontecer, e desta vez aconteceu. Uma fuga de combustivel na 1ª etapa não nos permitiu alcançar o lugar que desejávamos, mas as corridas são mesmo assim. Fizemos toda a prova a fundo no nosso Defender 110 e chegámos a Portimão satisfeitos, pois toda a equipa esteve bem e deu o seu melhor. Não posso deixar de agradecer à IBERTAL como patrocinador principal e sem ele esta corrida não tinha sido possível. Mais uma vez contamos com o apoio técnico das oficinas Hugo Filipe 4x4 que mais uma vez demonstraram porque são o melhor preparador de jipes Land Rover em Portugal” foram estas as palavras de Luis Ferreira no final da prova.

quinta-feira, 18 de setembro de 2008

Dia Europeu sem Carros

No próximo dia 22 de Setembro, os portugueses voltam a deixar os seus carros e motas na garagem em prol da iniciativa do Dia Europeu sem Carros.

Este ano 59 municípios aderiram a esta campanha que tem como objectivo apoiar o desenvolvimento de cidades limpas, onde os transportes públicos satisfaçam as necessidades individuais dos cidadãos. Assim, há uma sensibilização das pessoas para as questões ambientais e para os efeitos negativos do tráfego urbano.

Cada autarquia é responsável por estabelecer as zonas onde será limitada a entrada de veículos automóveis e as excepções a essas limitações, incluindo transportes públicos, ambulâncias, veículos ao serviço de deficientes motores e viaturas que transportem produtos alimentares perecíveis.

Dia Europeu sem Carros insere-se na 7ª edição da Semana da Mobilidade, que se comemora de 16 a 22 de Setembro.

Colabore com esta campanha! Nesse dia, utilize os transportes públicos ou desloque-se de bicicleta ou trotineta.

quarta-feira, 17 de setembro de 2008

Peugeot “Prologue…”: O Híbrido de nova geração

Resultante do cruzamento de vários universos, o concept car “Prologue…” levanta uma parte do véu sobre um novo género de veículo.

Antecipando as tendências que se prefiguram, o “Prologue…” propõe uma síntese inovadora em vários planos: a sua arquitectura, o seu estilo, o seu ambiente interior, a sua modularidade, os seus equipamentos “high tech” inéditos e a sua tecnologia híbrida de última geração.

Com efeito, graças a esta tecnologia, esta viatura de 147kW (200 cv) oferece prestações inesperadas e emissões de CO2 particularmente reduzidas : 109 g/km em ciclo misto, ou mesmo zero quando em modo exclusivamente eléctrico!

segunda-feira, 15 de setembro de 2008

Peugeot apresenta 908 HY

A Peugeot Sport apresentou, no decorrer da última etapa do campeonato Le Mans Series 2008, disputada no circuito de Silverstone, um demonstrador 908 HDi FAP, equipado com um sistema híbrido de recuperação de energia cinética. Com uma decoração específica cinzento prata, o 908 HY prefigura aquela que poderá vir a ser a próxima arma da Peugeot nas corridas de resistência, embora a sua exploração dependa do futuro regulamento das viaturas da categoria LMP1.

Esta tecnologia HY permite recuperar e armazenar uma parte da energia cinética do veículo durante as travagens. Numa viatura não híbrida, esta energia é perdida pela dissipação de calor nos travões. A energia disponibilizada deste modo permite a melhoria de rendimento através de duas formas:

- Pelo aumento de performances para a mesma energia consumida, ao utilizar a energia mecânica híbrida em suplemento do motor térmico,
- Pela redução do consumo, conservando prestações equivalentes graças à energia mecânica híbrida disponibilizada.

O sistema que equipa este demonstrador é composto por três elementos principais:
1. Um motor-gerador eléctrico com uma potência de 60 kW, situado no lugar normalmente ocupado pelo motor de arranque, e que é comandado pela caixa de velocidades através de uma sucessão de pinhões;
2. Baterias que permitem armazenar energia através de 600 células lítio-ião agrupadas em dez conjuntos, seis dos quais localizados no habitáculo no lugar da bateria de origem e quatro do lado esquerdo do fundo plano;
3. Uma electrónica de potência que permite gerir os fluxos de energia entre as baterias e o motor-gerador. A caixa de comando encontra-se localizada na parte traseira do guardalamas da frente esquerda.

O 908 HY pode mover-se de várias formas:
- exclusivamente em modo eléctrico (por exemplo, quando o veículo circula na linha de boxes),
- exclusivamente em modo térmico,

- utilizando as duas motorizações de forma combinada. Por exemplo, numa volta ao circuito de Le Mans, o sistema recupera energia durante vinte a trinta segundos. O piloto poderá utilizar esta energia:
1. sob a forma de um acréscimo de potência através de um boost de 60 kW (80 cv) suplementares durante cerca de 20 segundos em cada volta, ou automaticamente durante as acelerações mais fortes, ou ainda por solicitação do piloto, por exemplo, numa ultrapassagem («push to pass»)
2. sob a forma de uma redução do consumo, mantendo prestações equivalentes graças à energia mecânica híbrida disponibilizada, a qual pode ser estimada entre 3 e 5%.

Michel Barge, Director da Peugeot Sport: «A apresentação da tecnologia híbrida do 908 HDi FAP inscreve-se nos objectivos do nosso programa de resistência que envolvem, naturalmente, o desafio desportivo, mas também, enquanto construtor automóvel, a utilização da competição como um campo de pesquisa e desenvolvimento para a marca Peugeot. Deste modo, depois da inovação que representou a utilização da nossa técnica HDi FAP em competição, a introdução dos híbridos nas provas de resistência representaria para a Peugeot a oportunidade para colher uma extraordinária experiência com vista ao desenvolvimento dos veículos de série. Como é evidente, a utilização desta tecnologia nas provas de 2009 irá depender do regulamento que vier a ser editado pelo Automobile Club de l’Ouest.»

terça-feira, 2 de setembro de 2008

Política ambiental da Renault

Segundo o jornal gratuito Destak, "à semelhança de outras marcas, como a Volkswagen, com o seu Bluemotion, a Renault aposta numa forte política ambiental que tem um nome: Eco2."

A marca aposta no desenvolvimento de tecnologias alternativas, tornando assim esta política ambiental numa política também económica, pois os carros tornam-se mais económicos no seu consumo.

Os veículos com a sigla Eco2 (que vão do Modus ao Laguna) têm de cumprir alguns requisitos de preocupações ecológicas.

No site da marca Renault é possível explorar este conceito e até recolher dicas para fazer uma condução mais poupada no combustível.

quinta-feira, 21 de agosto de 2008

Quando eficácia ambiental rima com paixão automóvel

O «RC…», cujo nome completo será revelado no Salão Automóvel de Paris, é um concept car resultante da paixão e do conhecimento dos profissionais da Marca Peugeot.

Este coupé «Grande Turismo», verdadeiro elo de ligação entre os concept cars RC e de 2002 e o 908 RC, uma das vedetas do Salão de Paris de 2006, é um laboratório que conjuga numerosas ideias ao nível do estilo, da mecânica, da tecnologia… em gestação para o futuro.

O espírito deste «RC…» é o de um veículo acessível e polivalente, com as suas 4 portas, 4 lugares… e uma arquitectura híbrida muito inovadora.

Objectivo: um nível muito elevado de eficácia, quer em termos de performances em estrada (com o seu potencial de 230 kW / 313 cv), quer no seu balanço ambiental (109 g/km de CO2 em ciclo misto e 0 em modo eléctrico).

Um “veículo paixão”, ecologicamente eficaz, que preserva todos os componentes da emoção automóvel. Uma síntese que demonstra que a Peugeot sabe, melhor do que nunca, compatibilizar o respeito pelo ambiente e o prazer automóvel.

quarta-feira, 20 de agosto de 2008

Concurso de Design Peugeot 2008

“Última recta – Os 30 finalistas”
Imagine o Peugeot das Metrópoles do futuro!


A 5ª edição do Concurso de Design Peugeot, lançada por ocasião do Salão de Pequim, a 20 de Abril de 2008, entrou agora na sua terceira fase com a revelação dos 30 projectos finalistas. Sensivelmente durante um mês, os internautas amadores do design e amantes do mundo automóvel têm a oportunidade de contribuir para a escolha do sucessor do Flux, o último vencedor deste prestigiado concurso. Para a edição deste ano, a Peugeot desafiou os jovens designers a imaginar o Peugeot das metrópoles mundiais do futuro. Este concept-car deverá ser concebido para circular no centro das grandes metrópoles do futuro, mantendo os valores-chave do século XXI. Para além de permanecerem fiéis aos padrões estilísticos da Peugeot, os projectos devem integrar os quatro princípios definidos para este concurso: respeito pelo ambiente, harmonia social, mobilidade interactiva e eficácia económica.

. 2.500 projectos de mais de 95 países
Com 2.500 projectos e com participantes oriundos de mais de 95 países, o Concurso de Design da Peugeot, que decorreu durante um período mais curto (apenas um mês e meio para desenvolver e entregar um projecto), permitiu aos designers de todo o mundo exprimirem e proporem projectos ricos em estilo e em inovação.

Com efeito, o tema desta 5ª edição inspirou todos estes criativos que puderam apresentar a sua visão do futuro do automóvel nas cidades e idealizar uma mobilidade urbana mais polivalente, mais prática, mais económica, mas também mais lúdica e mais individualista.

Os 30 projectos finalistas podem ser descobertos no site institucional da marca Peugeot, em www.peugeot.com, e são o reflexo das diferentes culturas que distinguem as nossas sociedades. Desde a simplicidade do projecto indiano “Globe”, passando pela complexidade
do projecto alemão “Rugir”, pode admirar-se o carácter prático do projecto chinês “Oxo”.

Durante um mês, os internautas podem observar os concept-cars e participar num jogo para tentar descobrir o vencedor desta edição. Cada internauta tem direito a um voto para se poder candidatar ao sorteio e habilitar-se a ganhar uma das 20 XBOX 360 em jogo. (Regulamento disponível em www.peugeot.com, na secção Concurso de Design/5ª edição).

As fases seguintes:

Os dez finalistas
A partir de 16 de Setembro, os dez finalistas escolhidos pelo júri serão anunciados no site www.peugeot.com, na secção Concurso de Design.

O anúncio dos três primeiros classificados
A 2 de Outubro, no stand da Peugeot no Salão Automóvel de Paris, será
anunciado o nome do vencedor e o Director-geral da Automóveis
Peugeot, o Sr. Jean-Phillipe Collin, entregará o troféu “La Griffe” ao
autor do projecto vencedor.

Fase de execução
Posteriormente, entre Outubro de 2008 e Março de 2009 será realizada
a maqueta à escala real.

Fase de apresentação
Em Abril de 2009, no Salão Automóvel de Xangai, na China, será
apresentada a maqueta do projecto vencedor no stand da Peugeot.

terça-feira, 19 de agosto de 2008

Dia Mundial da Fotografia

A Fotografia retrata um mundo, uma visão, um momento, uma situação...
pode ser numa festa, num concerto, numa saída com os amigos, no Natal...
qualquer momento especial exige sempre uma fotografia para nunca mais esquecer! Um simples clique congela uma realidade, desperta uma ideia ou cria uma memória eternizada.


As fotos têm vida, porque contam histórias, relembram momentos e ficam para sempre! Toda a gente tem fotografias em casa... mesmo que não gostem de aparecer, tiram a pessoas, paisagens, monumentos...

Sabia que hoje é o Dia Mundial da Fotografia?

Orgulha-se do automóvel que tem e gostava de o mostrar a todo o Mundo?
Então faça o seu registo em Megagaleria e partilhe as fotos do seu veículo!

terça-feira, 15 de julho de 2008

Peugeot 407: O prazer sempre renovado…

Os 407 berlina e SW fizeram a sua aparição em 2004 e rapidamente se impuseram como uma proposta vencedora no muito disputado segmento médio superior, que representa um desafio estratégico para um construtor generalista.

Com efeito, o sucesso da gama começou a construir-se com ambas as silhuetas, cujo carácter muito forte agitou o “convencional” que acompanha muitas vezes neste segmento a berlina autêntica e a break orientada para o volume e a funcionalidade.

No mercado português, a boa aceitação do modelo evidenciou-se de imediato com a berlina. Após o lançamento em Abril de 2004, tornou-se nesse ano a berlina mais vendida do segmento, com uma quota de 15,4%. Alguns meses depois surgiu o 407 SW, que ampliou esse sucesso ao transformar-se na carrinha mais vendida do segmento em 2005, com uma penetração de 16,7%.

No final de 2005 surgiu a terceira silhueta plena de raça: o 407 Coupé, inspirado no Grande Turismo contemporâneo e com um comportamento em estrada de excepção.

Até ao momento, o conjunto das três silhuetas da gama 407 já seduziu mais de 10.200 clientes do segmento médio superior português. Na repartição por silhuetas, o 407 SW é naturalmente o mais representativo ao chamar a si 56% das vendas, cabendo à berlina 42% e os restantes 2% ao Coupé. No que se refere a combustíveis, o diesel impera com uma percentagem superior a 99%.

Para fazer vingar a sua gama média superior neste exigente segmento, a Peugeot concebeu o 407 de modo a responder a uma clientela atenta aos valores automóvel, sensível à estética, apaixonada pelo conteúdo tecnológico, em busca do prazer de condução, tanto na berlina como no SW, e, no caso deste último, com a liberdade de dedicar a sua utilização ao lazer, em família ou entre amigos, ou à actividade profissional.

Como resultado, até final de Abril de 2008, 753.741 Peugeot 407 tinham saído da fábrica de Rennes, o centro de produção dos veículos construídos com base na plataforma 3 do grupo PSA Peugeot Citroen, com destino a 130 países: 487.676 berlinas, 236.529 SW e 29.536 coupés.

terça-feira, 8 de julho de 2008

"Desemprego e gasolina sempre a subir"

Notícia de abertura do Telejornal: "Desemprego e gasolina sempre a subir".
Farto de ouvir desgraças e mais desgraças? Que tal descontrair um pouco?

Confira os vídeos mais engraçados da web em http://www.videosderir.com.

As categorias que nos fazem rir:


Compra e venda de automóveis!

Hoje em dia um dos meios de transporte mais procurados é o Automóvel. Mais conforto, maior comodidade e flexibilidade são algumas das razões para as pessoas preferirem estes veículos de quatro rodas a transportes públicos.
Por isso, se procura um automóvel à sua altura pode encontrar várias marcas a diversos preços em:

* usados.biz
* standvirtual.com

Nesses sites pode também vender o seu automóvel se pretender trocá-lo por outro. Basta colocar o seu anúncio e esperar respostas!
Quer maneira mais fácil de comprar ou vender automóveis?

quinta-feira, 3 de julho de 2008

Mais de um milhão de portugueses visitaram sites sobre automóveis

Segundo o estudo da Netpanel Marktest, mais de um milhão de portugueses visitaram sites sobre automóveis a partir de suas casas nos primeiros 5 meses de 2008. O Standvirtual posiciona-se como líder nacional em classificados de carros usados.

O Standvirtual lidera em pageviews, com 43,7 milhões e lidera em tempo despendido de 261 mil horas, o equivalente a 1 hora por utilizador. Em termos de visitantes únicos o Standvirtual contou com 273 mil. Ajude chegar à pole position recomendando o Standvirtual aos seus conhecidos!
Fonte: AF


Tempo despendido

Standvirtual: 36% AutoSapo: 16% Autohoje: 6.2%

Visitantes únicos

AutoSapo: 29.4% Standvirtual: 26.4% Renault: 17.4%
Pageviews

Standvirtual: 47% AutoSapo: 17.2% Autohoje: 4.3%

Toda a informação sobre automóveis...

Adora automóveis e gosta de saber todas as novidades a respeito destes veículos de quatro rodas?

No Mundo das Rodas chegam frequentemente as últimas informações sobre carros... novos automóveis, vendas, melhores carros, marcas com maior distribuição... tudo o que quiser saber sobre carros pode encontrar neste blog dedicado aos veículos de quatro rodas!

terça-feira, 1 de julho de 2008

Novo Peugeot 807 2.2 HDi - Prazer topo de gama

A Peugeot acaba de renovar o monovolume 807, apostando na modernização estética do modelo, na disponibilização de novos equipamentos e num coração ainda mais potente, o 2.2 HDi de 170 cv, para reforçar o posicionamento topo de gama do modelo.

Procurando seduzir permanentemente os clientes através das suas linhas e do desenvolvimento da arte de viajar, o 807 modernizou-se ao apresentar retoques de estilo exterior, novos ambientes interiores de qualidade acrescida, equipamentos suplementares e grupos moto
propulsores performantes, com a introdução do 2.2 HDi FAP de 170 cv, associado a uma caixa manual de seis velocidades.

Com estas novidades, o 807 pretende consolidar o posicionamento de monovolume dinâmico e topo de gama, capaz de responder às expectativas de utilizadores cada vez mais exigentes, independentemente da sua situação de vida.
Lançado em Abril de 2002, o 807 teve uma produção superior a 150.000 unidades, graças a argumentos que permanecem fundamentais no segmento dos grandes monovolumes:
· Uma carroçaria com duas portas laterais de correr na traseira, que facilitam o acesso a bordo, sobretudo porque dispõem de um comando eléctrico que torna a operação quase mágica aos olhos dos mais jovens;
· Uma modularidade interior que permite diversas configurações dos lugares, múltiplos espaços para arrumação de objectos, um painel de bordo de estilo e ergonomia cuidados, uma capacidade de acolhimento e de carga consequente, em resumo, um habitáculo estudado para que o 807 seja o monovolume em que «tudo é possível»;
· Ligações ao solo performantes para um comportamento e um conforto que garantam um prazer de condução em linha com as tradições da marca Peugeot;
· Uma segurança de elevado nível, resultante da estrutura de protecção dos meios de retenção(cinco estrelas nos testes EuroNCAP de protecção de adultos);
· Uma gama de motorizações vasta e moderna, em contínua evolução;
· Um estilo elegante, felino e dinâmico, imediatamente identificável, e que, no que se refere aos clientes europeus do 807, continua a ser uma das principais razões de escolha do modelo.

Estilo

· Estilo Exterior

A partir de um design exterior intemporal, os estilistas conferiram um acréscimo de modernismo e de requinte ao novo 807. Vários e subtis toques de estilo foram introduzidos na zona frontal, com ligeiras modificações das grelhas de entrada de ar, que recebem barras cromadas
horizontais e um leão de dimensões superiores. Em linha com os novos elementos cromados, os punhos das portas laterais passam a ser realizados neste mesmo material. Na traseira, o emblema da Marca passa a ocupar um espaço mais importante, enquanto que o contorno cromado da tampa da mala, de maiores dimensões, integra o lettering Peugeot.
Finalmente, o 807 adopta duas novas cores metalizadas: o azul de Rhodes e o cinzento Moondust.

· Estilo Interior

No habitáculo, os revestimentos e motivos decorativos evoluíram para corresponder às expectativas dos clientes, beneficiando o conjunto de um acréscimo da qualidade percebida.
Os materiais plásticos que compõem o painel de bordo, os forros das portas, etc… passam a ter a cor preto Mistral, as várias pegas foram objecto de um tratamento em pintura suave, enquanto que os punhos das portas, da alavanca de velocidades e os cursores dos ventiladores do painel de bordo recebem um acabamento cromado, o que contribui também para o ambiente topo de gama do habitáculo. No que respeita ao revestimento dos bancos, do painel de bordo e dos
painéis de porta, o nível de entrada de gama apresenta um novo tecido de cor cinzenta.
Na versão Navteq os revestimentos dos bancos são em alcantara e tecido de cor cinzento Matinal ou, em opção, couro. A opção couro encontra-se disponível em preto Mistral e cinzento Matinal, sendo então os painéis de porta e o painel de bordo revestidos a alcantara da mesma cor.

O Motor 2.2 HDi FAP – DW12BTED4
O motor 2.2 HDi FAP de 170 cv (125 kW) que fez agora a sua entrada na gama 807 vem coroar a oferta diesel HDi do modelo, reforçando o seu posicionamento dinâmico e topo de gama. Este motor bi-turbo distingue-se por uma elevada dotação tecnológica, que lhe proporciona um brilhantismo e um prazer de utilização dignos de cilindradas superiores, a par de um consumo e de emissões de CO2 limitados.

Assim, a gama diesel HDi do 807 declina-se da seguinte forma:
- 2.0 16v HDi FAP 136 cv (100 kW), 320-340 Nm, caixa de 6 velocidades mecânica,
- 2.2 16v HDi FAP 170 cv (125 kW), 370 Nm, caixa de 6 velocidades mecânica.

Este novo motor é um quatro cilindros de 2.179 cm3 com uma cabeça de dezasseis válvulas e duas árvores de cames à cabeça. Atinge a potência máxima de 125 kW a 4.000 rpm e o importante binário de 370 Nm a 1.500 rpm com a caixa de velocidades mecânica.
O binário e o tempo de resposta a baixo regime foram particularmente cuidados e a 1.000 rpm o motor desenvolve já 200 Nm (280 Nm a 1.250 rpm). Além disso, tem uma gama de utilização muito larga e apresenta uma grande disponibilidade a qualquer regime (ainda mais de 350 Nm a
3.000 rpm).

As principais inovações tecnológicas deste motor são a câmara de combustão de um novo tipo, o common rail (rampa de alimentação comum) de terceira geração que eleva a pressão a 1.800 bar e a presença de um duplo turbo compressor sequencial paralelo.

O motor 2.2 HDi FAP confere ao 807 excelentes recuperações, suavidade a baixo regime e um elevado conforto de condução.
Estas qualidades são espelhadas nas suas performances, já que, com caixa de velocidades manual e só com o condutor a bordo, bastam 31,4 segundos para percorrer os 1.000 metros de arranque, enquanto que a recuperação de 80 a 120 km/h em 5ª velocidade se faz em apenas 9,6 segundos. A velocidade máxima de 200 km/h é atingida na relação de caixa superior.

As tecnologias deste motor e o seu resultado em termos da disponibilidade de binário a baixo regime reduzem o consumo de combustível, apresentando valores de 7,2 l/100 km em ciclo misto e permitem emissões de CO2 limitadas de 191 g/km.
Este consumo limitado, associado a um reservatório de 80 l, confere uma excelente autonomia ao 807.

O motor 2.2 HDi FAP do 807 é associado à caixa de velocidades mecânica de seis velocidades do tipo ML6C, cuja alavanca de comando se encontra idealmente implantada numa posição elevada, como sempre acontece no 807.

O ambiente

O novo 2.2 HDi FAP é exemplar em matéria de respeito pelo ambiente num monovolume topo de gama como o 807. Desde logo, pela sua concepção, o motor diesel beneficia de um excelente rendimento termodinâmico, enquanto que a injecção directa HDi melhora, ainda mais, as suas performances.

Graças à injecção a pressão muito elevada do sistema de rampa comum, a pulverização muito fina do gasóleo na câmara permite uma combustão mais homogénea e completa, de onde resulta um melhor rendimento da combustão e uma redução sensível das emissões na origem. Além disso, o funcionamento dos dois turbocompressores e o sistema de recirculação dos gases de escape contribuem activamente para a protecção do ambiente.

Mais especificamente, neste novo motor 2.2 HDi FAP, a associação da nova câmara de combustão com uma pressão de 1.800 bar permite uma redução das emissões na ordem de 30% por comparação com o motor 2.2 HDi da geração precedente.

O novo motor é associado, naturalmente, à tecnologia FAP de última geração, com filtro aditivado. Este filtro de partículas de terceira geração possui, no caso do 2.2 HDi, uma periodicidade de mudança de 180.000 km, possível graças à melhoria do aditivo e do suporte filtrante.

A acústica e as vibrações

O cárter de cilindros de parede dupla, patenteado e realizado directamente em fundição, permite melhorar significativamente as performances acústicas do motor.

Dois veios de equilíbrio rodando em sentidos opostos diminuem de forma sensível o nível vibratório, enquanto que o amortecimento dos apoios do motor e o duplo volante do motor optimizado permitem a filtragem das vibrações.

Além disto, a borboleta colocada no sistema de admissão, dotada de um tempo de resposta muito curto, é activada na fase de paragem do motor, de modo a evitar qualquer vibração durante esta fase.

A manutenção

Um cárter de óleo de grande capacidade e dividido em duas partes permite aumentar a periodicidade das mudanças de óleo para 30.000 km. No mesmo espírito, a correia de distribuição e respectivos acessórios foram concebidos e dimensionados para evitar qualquer manutenção durante a vida do veículo.
Ligações ao solo

As ligações ao solo foram adaptadas ao dinamismo do conjunto moto propulsor.

O trem dianteiro, do tipo pseudo Mc Pherson triangulado e o trem traseiro de travessa deformável do 807 constituem uma dotação de base que garante ao modelo um excelente comportamento e uma boa precisão da direcção.

Neste caso, o 807 é equipado com amortecedores traseiros e uma barra estabilizadora específicos, enquanto que as articulações traseiras dos triângulos da frente apresentam uma maior rigidez. Estas evoluções permitem ao conjunto o melhor compromisso possível entre comportamento em estrada e conforto, para uma segurança activa e um prazer de condução de elevado nível.

O 807 com esta motorização é equipado exclusivamente com jantes em liga de alumínio de 16” e pneus 215/60R16H, rodas que recebem de série um sensor de baixa pressão ou furo.

Dimensionada à altura do dinamismo do veículo, a travagem recorre a discos ventilados de 310 x 32 mm à frente, associados a prensas do tipo duplo pistão. O conjunto oferece ao 807 uma travagem forte, resistente e fácil de dosear.

Um sistema de anti-blocagem de rodas, uma repartição electrónica da travagem e uma assistência à travagem de emergência completam o dispositivo.

Como acontece em todos os 807, um sistema ESP (Electronic Stability Program) Bosch de última geração dotado de uma gestão particularmente afinada corrige qualquer sinal de sub-viragem ou de sobre-viragem.

Equipamento

As evoluções do novo 807 envolvem não só o estilo e os órgãos mecânicos, mas também o seu equipamento, com tecnologias ao serviço do condutor e de todos os passageiros, tanto ao nível da segurança, como do conforto. Assim, o 807 pode beneficiar de um kit mãos-livres Bluetooth, de um sistema de ajuda ao estacionamento dianteiro e de um novo sistema multimédia traseiro.

Um sistema multimédia traseiro perfeitamente integrado

Para maior prazer dos passageiros dos bancos de trás e, eventualmente, maior serenidade do condutor, existe um novo equipamento de DVD Alpine PKG-2000P, idealmente implantado ao nível da luz central de tejadilho.

Para maior conforto individual de cada um dos ocupantes são disponibilizados com o sistema dois pares de auscultadores sem cabos e um telecomando. Graças a uma entrada áudio/vídeo, as crianças, os jovens e, mais geralmente, os entusiastas de tecnologias numéricas, poderão ligar ao equipamento consolas de jogos, leitores de vídeo, computadores, câmaras fotográficas ou de vídeo, etc…

Proposto como equipamento de série em toda a gama 807, este sistema oferece assim as seguintes funcionalidades:

· 1 telecomando;
· 2 auscultadores sem fio;
· 2 entradas auxiliares de áudio/ vídeo e 1 saída áudio/ vídeo;
· 2 níveis de iluminação (Auto/ Manual);
· Entrada S-Vídeo;
· Leitor de DVD incorporado;
· Monitor LCD de ecrã WVGA a cores 10” (800´480).

O Kit mãos-livres Bluetooth

Associado ao auto-rádio, este sistema permite reconhecer um telefone móvel Bluetooth presente no veículo, captar as suas principais funcionalidades e transferi-las para o automóvel. Nessas condições, o condutor pode utilizar o seu telemóvel sem o manipular, beneficiando nomeadamente dos altifalantes do veículo.

Ajuda ao estacionamento dianteiro

Um sistema de ajuda ao estacionamento dianteiro é associado à ajuda ao estacionamento traseiro na versão Navteq. Apoio precioso nas manobras de estacionamento e para segurança das pessoas, a ajuda ao estacionamento emite, através do altifalante mais próximo do obstáculo, sons mais ou menos rápidos.

Além disso, as distâncias ao obstáculo são visualizadas graficamente no écran multifunções.

De referir, finalmente, que o 807 oferece de série no Navteq o novo sistema telemático RT4. Ligado a um écran colorido e agrupando as funções áudio, GSM e GPS, o sistema integra um disco duro de 30 Gb (10 Gb disponíveis para música) que lhe permite, nomeadamente, apresentar a cartografia de toda a Europa e registar até 180 horas de música no formato MP3.

Assim, as versões do Peugeot 807 dispõem, entre outros, do seguinte leque de elementos de série:

· Nível Base
Segurança:

- 6 airbags (frontais, laterais dianteiros e tipo cortina)
- ABS com repartidor electónico de travagem
- Acendimento automático dos sinalizadores de emergência
- Direcção assistida variável
- ESP de última geração com gestão integral de travagem por roda
- Fixações Isofix (2) na 2ª fila
- Regulador e limitador de velocidade
- Sensor de baixa pressão dos pneus ou furo
- Sistema de assistência à travagem de emergência

Interior:

- Anéis de fixação no porta-bagagens + rede para bagagens com 6 ganchos
- Apoio de braços nos bancos dianteiros reguláveis em altura
- Ar condicionado automático com regulação independente esquerda/ direita e ventilação independente à frente e atrás
- Auto-rádio RD4 mono CD frontal, leitor de MP3, 8 altifalantes e comando sob o volante
- Bancos da 2ª fila: 3 independentes
- Bancos da frente rotativos a 180º
- Computador de bordo
- Espelho de conversação/ vigilância de crianças, articulado e escamoteável
- Punho da alavanca de velocidades em couro
- Volante de 4 raios, em couro, regulável em altura e profundidade
- Pack Ecrã + DVD
o Ecrã de video escamoteável com auscultadores por infravermelhos
Exterior:

- Faróis de nevoeiro dianteiros
- Frisos de protecção nos pára-choques e portas na cor da carroçaria com inserção cromada
- Jantes em liga leve 16”
- Óculo traseiro escurecido
- Pára-brisas atérmico
- Portas laterais com comando eléctrico
- Puxadores das portas em cromado acetinado
- Regulação eléctrica da altura dos faróis
- Retrovisores exteriores na cor da carroçaria e com regulação eléctrica e desembaciador
- Retrovisores exteriores rebatíveis electricamente
- Vidros dianteiros e traseiros eléctricos, sequenciais e sistema anti-entalamento
- Pack Visibilidade:
o Acendimento automático dos faróis
o Limpa-vidros dianteiro automático com sensor de chuva
o Retrovisor interior electrocromático

· Nível Navteq acrescenta ao Nível Base:

- Bancos da 3ª fila: 2 independentes
- Bancos dianteiros com regulação eléctrica e aquecidos
- Barras de tejadilho transversais na cor alumínio
- Lava-faróis
- Sistema de ajuda ao estacionamento à frente e atrás
- Vidros laterais da 2ª e 3ª filas escurecidos
- Navegação a cores RT4:
o Rádio-telefone com sistema mãos-livres
o Navegação
o Leitor de CD e MP3
o Ecrã a cores 16/9
o Disco rigido 30 GB
o Cartografia Europa
o Função Jukebox (10 Gb)

Esta versão apresenta ainda a seguinte lista de opcionais:

- 3 Tectos de abrir com comando eléctrico e cortinas (Excepto Pack Ecrã + DVD)
- Alarme perimétrico e volumétrico + supertrancamento
- Carregador de 6 CD’s no porta-luvas
- Faróis de Xénon, com correcção automática da altura e lava-faróis
- Pack Couro:
o Estofos em couro cinzento ou preto
o Bancos dianteiros aquecidos
o Tomada de 12V na 2ª fila
- Rede de separação do compartimento de carga

· Preços

Com um design exterior mais apelativo, um enriquecimento do nível de equipamento e com uma nova motorização ainda mais performante, o 807 apresenta-se assim, cada vez mais, como uma excelente proposta para as famílias.

Assim, este modelo apresenta a seguinte estrutura de preços:

· 807 2.0 HDi 136 FAP - 41.545€
· 807 Navteq 2.0 HDi 136 FAP - 44.025€
· 807 Navteq 2.2 HDi 170 FAP - 46.780€

segunda-feira, 30 de junho de 2008

Procura de automóveis diminui na Europa

Segundo a ACEA – Associação de Construtores Europeus de Automóveis, em Maio de 2008 o mercado de automóveis ligeiros de passageiros novos na Europa registou um decréscimo de 7,8%, relativamente ao mesmo mês do ano anterior, num total de 1.334.081 veículos face a 1.446.283 em 2007.

A procura europeia de automóveis caiu 7,8% em Maio, comparada com o mesmo mês do ano anterior. Uma das causas desta diminuição de vendas é o aumento do preço dos combustíveis.

sexta-feira, 27 de junho de 2008

Sucesso de Bruno Magalhães e do 207 S2000 inspiram nova Série Especial

Para assinalar a excelente prestação conseguida pelo Peugeot 207 S2000 conduzido por Bruno Magalhães, a Peugeot Portugal vai lançar o 207 Rally, uma série especial exclusiva, numerada e limitada, de “alma” bem desportiva. O lançamento tem lugar em Julho com um preço muito convidativo de 22.315€.

Coleccionador de vitórias, o 207 S2000 “nasceu” no ano passado, mas já transporta consigo o título de Campeão Nacional de Ralis em 2007 e até ao momento é líder destacado do Campeonato de Portugal. A supremacia que o Peugeot 207 S2000 tem demonstrado entre nós, a par da grande paixão da Marca pelos ralis, motivou a Peugeot Portugal a desenvolver a série especial 207 Rally.

Esta série exclusiva, limitada a 100 unidades e numerada, foi buscar a inspiração à máquina do piloto Bruno Magalhães, apresentando elementos estéticos de carácter desportivo. Disponível nas cores preto ou branco, o 207 Rally distingue-se em grande medida pela lista vermelha que percorre a viatura, exibindo ainda um badge específico “Rally”.

Tendo na sua base a versão 207 RC, o 207 Rally, surge montado em jantes de liga leve 17” Pitlane e recorre a um pára-choques dianteiro com grelha em alumínio. No interior, e tal como a versão que lhe serve de base, esta série especial oferece quatro lugares, bancos desportivos tipo bacquets, volante desportivo em couro perfurado e numerado e punho da alavanca de velocidades e pedaleira em alumínio, que farão o condutor sentir-se um verdadeiro piloto de ralis.

Por debaixo do capot, este 207 Rally é animado pelo motor 1.6 THP de 150 cv associado a uma caixa mecânica de 5 velocidades, que oferece as já reconhecidas prestações, aliadas ao conforto e ao elevado prazer de condução.

Este motor é um 4 cilindros de 1.598 cm3 com uma potência máxima de 150 cv (110 kW) a 5.800 rpm, que permite atingir 156 Nm a partir de 1.000 rpm. O binário máximo de 240 Nm é atingido apenas a 1.400 rpm, valor que permanece inalterado até às 3.500 rpm.

O 1.6 THP de 150 cv ostenta consumos reduzidos de apenas 7,0 litros /100 km, em ciclo misto e emissões de CO2 de 164 g/km.

Dispondo de uma verdadeira “raça” de leão e com um elevado espírito desportivo, neste 207 Rally não foram esquecidos os elementos indispensáveis ao bem-estar e segurança dos seus passageiros. Assim, esta proposta exclusiva da Peugeot em Portugal destaca-se por incluir, entre outros, os seguintes equipamentos de série:

- ABS com repartidor electrónico de travagem (REF)
- Airbags laterais, frontais e de cortina
- Ar condicionado manual
- Bancos desportivos “bacquets”, em Alcântara e malha pretos
- Decoração exterior exclusiva “Rally”
- ESP + SSP
- Jantes de Liga Leve de 17’’ Pitlane
- Pára-choques dianteiro com grelha em alumínio e faróis nevoeiro
- Punho da alavanca de velocidades e pedaleira em alumínio
- Rádio CD com leitor MP3, 6 altifalantes e comandos volante
- Retrovisores exteriores rebatíveis electricamente
- Sistema de ajuda ao estacionamento traseiro
- Vidros traseiros escurecidos
- Volante desportivo em couro perfurado, regulável em altura e
profundidade

O 207 Rally tem estreia marcada nas estradas portuguesas para o final de Junho, pelo preço extremamente convidativo de 22.315€.

segunda-feira, 23 de junho de 2008

Produzidos 50 milhões de Peugeot

* Do berço à expansão mundial

O marco de 50 milhões de veículos produzidos sublinha as forças e a experiência da Automobiles Peugeot, empresa pioneira da aventura automóvel mundial desde 1891 e sempre com o olhar orientado para o futuro.

Empresa de origem familiar, a Peugeot teve uma importante expansão em pouco mais de um século. Das fábricas originais de Sochaux às 24 unidades de produção actuais, a Marca comercializou mais de 160 modelos e 34 famílias de produtos, do 201 ao 308, veículos de estilo vincado e permanentemente renovado. Esta base histórica inegável reforça a confiança que a Peugeot transporta para o futuro.

Este futuro será conjugado em todo o mundo

A Peugeot acelera e acentua o seu desenvolvimento internacional, particularmente no que respeita à China, ao Brasil e à Rússia. Em 2007, os resultados comerciais da Peugeot nestes três países tiveram evoluções muito positivas. As vendas na China aumentaram 13,8%, atingindo 93.000 unidades, tendo, acelerado no quarto trimestre (+ 22,8%). No Brasil aumentaram 19% e na Rússia o crescimento atingiu 63%. Nestes mercados com perspectivas de futuro muito estimulantes, tal como nos restantes, a Peugeot desenvolverá a sua presença através da comercialização de vários modelos novos.

Um futuro rico em inovações

A história da Peugeot foi ritmada por numerosas inovações, desde o primeiro motor de quatro cilindros do Type 39, de 1902, aos últimos motores a gasolina desenvolvidos em cooperação entre a PSA Peugeot Citroën e o grupo BMW. A Peugeot inventou o filtro de partículas, que equipa actualmente mais de 1,8 milhões de veículos em todo o mundo, e democratizou os motores diesel HDi. No futuro, a Peugeot continuará a ser um construtor de ponta em termos de inovação tecnológica. A partir do início da próxima década, a Peugeot desenvolverá de forma massiva os veículos equipados com o sistema Stop & Start de segunda geração, bem como os veículos de motorização híbrida.

Um futuro sob o signo do ambiente

A Peugeot tem demonstrado a vontade de ser exemplar no que se refere ao empenho na redução das emissões de gases com efeito de estufa e na dotação de características ecológicas aos seus veículos. Desde 2001, a Peugeot vendeu na Europa mais de 1.100.000 viaturas com emissões inferiores a 120 g de CO2 por quilómetro, o que faz da Marca um dos líderes incontestados no domínio da redução das emissões de CO2. A Peugeot pretende levar ainda mais longe este trunfo ambiental concorrencial. É o único construtor automóvel mundial que concretizou uma política global face ao CO2. Com efeito, em complemento dos seus esforços na origem, a Marca leva a cabo, desde 1998, um grande projecto de reflorestação na Amazónia, iniciativa com a duração prevista de 40 anos, destinada a capturar o carbono atmosférico.
Uma Marca fortalecida pelos seus valores

Mais de um século de história e 50 milhões de veículos produzidos sublinham a relação de confiança que a Peugeot pretende manter e desenvolver no futuro.

A paixão automóvel que anima as equipas da Peugeot continuará a traduzir-se em veículos e conceitos automóvel de estilo forte, na linha das grandes tradições da Marca. Do mesmo modo, para a Peugeot, os desafios desportivos serão sempre uma ilustração da sua paixão e um laboratório tecnológico, como acaba de ser demonstrado pelas performances da Marca nas 24 Horas de Le Mans.

A inspiração da Peugeot exprimir-se-á através dos seus modelos de dinamismo reconhecível, que convenceu numerosas gerações de clientes através de todo o mundo.