segunda-feira, 5 de fevereiro de 2007

Grupo BMW e PSA Peugeot Citroën reforçam cooperação

A cooperação entre o grupo BMW e a PSA Peugeot Citroën deu origem a um novo motor a gasolina 1.4i. Este motor deriva do 1.6i já existente nas gamas de modelos dos dois parceiros: o Mini Cooper e Cooper S e o Peugeot 207.

A potência eleva-se ao 70 Kw (95 cv) às 6000 rpm. O binário varia entre 136 Nm e 140 Nm, em função das aplicações. Este novo motor beneficia da mesma tecnologia de ponta, de modo a optimizar as performances, diminuindo os consumos: inclinação variável da árvore de cames de admissão e escape, distribuição variável das válvulas e bomba de óleo pilotada. O novo motor conserva o mesmo diâmetro, mas dispõe de um curso reduzido.

A cooperação entre os dois grupos foi anunciada em Munique, em Dezembro de 2004. O desenvolvimento comum dos motores realizou-se no Centro de R&D do grupo BMW, em Munique, com as equipas de engenheiros dos dois grupos. Os custos de R&D foram partilhados por cada um dos parceiros. Os motores são dotados de tecnologia de ponta que proporciona ganhos de consumo significativos em comparação com os motores que vêm substituir, oferecendo ao consumidor final um prazer de condução acrescido.

A produção em pleno desta família de motores a gasolina (1.4i + 1.6i) deve atingir um milhão de unidades por ano. O fabrico de todos os componentes desta família de motores é feita para ambos os grupos na fábrica da PSA
Peugeot Citroën de Douvrin (na região de Nord Pas de Calais), que também está encarregue da montagem dos motores do grupo PSA Peugeot Citroën. Por seu lado, os motores da Mini serão montados na fábrica de Hams Hall,
na Grã-Bretanha. A repartição da produção entre as diferentes famílias de motores fruto desta cooperação será de 40% para cada motor atmosférico, 1.4i e 1.6i e de 20% para o motor 1.6i turbo de injecção directa.

Sem comentários: