segunda-feira, 5 de fevereiro de 2007

607 2.2 HDi no mercado nacional

O 607 prossegue o alargamento da oferta no mercado português e acentua o seu poder de sedução, propondo um novo motor 2.2 HDi com filtro de partículas e que desenvolve Personificação da berlina de prestígio, o Peugeot 607 afirma-se, desde o seu lançamento, num segmento maioritariamente dominado pelas marcas especialistas, graças ao seu estilo elegante de curvas subtilmente audaciosas, ao nível de conforto ou à excelência tecnológica exemplificada pela estreia mundial do filtro de
partículas (FAP).

Estes atributos genéticos foram preservados, tanto pela intemporalidade da estética, como pela capacidade de valorização permanente: compartimento de bagagens com abertura e fecho motorizados, airbags laterais traseiros, ou a motorização 2.7 HDi V6 FAP de 204 cv, associada a uma caixa automática auto-adaptativa de seis velocidades e comando «Tiptronic system Porsche».

Novidade mundial num motor de quatro cilindros diesel, esta tecnologia do duplo turbo sequencial paralelo proporciona um elevado prazer de condução, graças, nomeadamente, a uma grande disponibilidade de binário. Este motor que se destina ao coração da gama 607 equipa qualquer dos seguintes níveis de conforto do 607: Titane, Ivoire e Ebène. Este acontecimento produto é um argumento de peso para reforçar a performance comercial do 607, dotando-o mais uma vez do brio e do prazer de utilização sempre esperados pelos seus clientes.

Com efeito, as vantagens proporcionadas por esta motorização moderna,performante, económica e respeitadora do ambiente, permitirão ao 607 fortalecer a sua posição num segmento de mercado muito concorrencial,atraindo ainda novos compradores que se irão juntar aos actuais 125.000 proprietários do modelo. Refira-se que as motorizações diesel dominam as vendas do 607, designadamente com um peso de 85% na Europa e 99% em Portugal.

Sem comentários: