segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

3008: Apresentação mundial do “crossover by Peugeot”

Num stand inédito para a Marca, a Peugeot apresenta em Première mundial o seu crossover 3008.

3008: Nova tecnologia, nova condução

O 3008 é uma nova viatura compacta e volúmica destinada a explorar novos territórios automóvel.

Multiusos, posiciona-se no cruzamento de caminhos entre vários universos, tanto no exterior como no interior, com um habitáculo tão prático como valorizante para o condutor e os passageiros. O 3008 apresenta novos equipamentos tecnológicos (Grip control, dynamic rolling control, head up display, distance alert, travão de estacionamento automático,…) que contribuem para o prazer de condução e para a segurança. O 3008 pretende ser respeitador do ambiente com uma gama performante, cuja primeira oferta se situa em apenas 130 g/km de CO2.

308 CC: o mais cabriolet dos coupé cabriolets

Com o 308 CC, a Marca reforça o seu estatuto de líder na área dos coupé cabriolets.

Este novo CC associa elegância, estilo expressivo e dinâmico, com uma síntese conforto/comportamento em estrada agradável e rigorosa. Os equipamentos inovadores de conforto e de segurança sublinham o seu estatuto topo de gama: aquecimento da nuca (sistema airwave), arcos de abertura pirotécnica e, em exclusivo mundial, o airbag de cabeça.

No total, vinte e cinco veículos são apresentados no stand da Peugeot no Salão de Genève.

Uma oferta de mobilidade global e durável

Esta nova edição do Salão de Genève constitui para a Peugeot a oportunidade de evidenciar e demonstrar a sua vontade de ser um actor responsável da mobilidade global e durável, conjugando um reduzido impacto ecológico, uma segurança de elevado nível e uma oferta competitiva em duas, três ou quatro rodas (bicicletas, scooters, automóveis).

Propor uma solução de mobilidade para cada um, controlando as emissões de CO2 é um dos objectivos da Marca, simbolizado pela iniciativa Blue Lion. Esta postura encontra a sua concretização na pesquisa e adopção de soluções técnicas pertinentes e respeitadoras do ambiente. A Peugeot é hoje líder incontestado das viaturas com baixos consumos e baixas emissões de CO2.

1 veículo novo em cada 6 vendidos na Europa com emissões de CO2 inferiores a 120 g/km é um Peugeot.

Esta performance é ilustrada no espaço de exposição da Marca por um 207 1.6 HDi FAP 90 cv (66 kW) que apresenta um "pacote" técnico particularmente performante (aerodinâmica específica, calibração optimizada do motor), o qual lhe permitirá em breve reduzir as suas emissões para 99 g/km de CO2, pelo novo 107, que propõe desde já 106 g/km de CO2, e ainda pelo 407 1.6 HDi FAP 110 cv (80 kW) com emissões controladas de apenas 129 g/km de CO2, que será comercializado em breve.

Para manter e reforçar esta liderança, a Marca investiu em tecnologias de ruptura:

• No universo dos híbridos, os concept cars presentes no stand testemunham os avanços do Grupo em matéria de hibridação de nova geração. Deste modo, menos de dois anos após o seu lançamento, o 3008 será o primeiro veículo híbrido disponível no seio do Grupo.
• A Peugeot está também envolvida no domínio da micro-hibridação. Assim, o STOP&START de segunda geração será aplicado em muito grande série nas gamas a partir de 2011.
• Na área do veículo eléctrico, a Peugeot, que foi pioneira, em 1995, com o 106 (o veículo eléctrico mais vendido no mundo até hoje), prossegue cada vez mais os seus esforços, apoiando-se nas tecnologias mais prometedoras.

Promover novos benefícios para a condução automóvel, com veículos ainda mais respeitadores do ambiente, exemplares em termos de cidadania e de segurança, constitui a linha de acção da Peugeot para o futuro próximo.

Os concept cars Prologue HYbrid4, RC HYbrid4 e HYbrid3 Compressor constituem os demonstradores desta abordagem ambiental da Marca.

Com efeito, a tecnologia HYbrid, que associa um motor térmico a um motor eléctrico, permite uma verdadeira ruptura em termos de consumo e de emissões de CO2. Estes motores podem funcionar separadamente (modo emissão zero apenas com o motor eléctrico) ou em conjunto, o que permite também um acréscimo de potência quando solicitado e, sobretudo, a motricidade das quatro rodas.

Sem comentários: