quarta-feira, 8 de outubro de 2008

308 CC - O CC ainda mais cabriolet

Precursora, através da sua história, das “silhuetas prazer descapotáveis”, com os elegantes 401, 601 e 402 «Eclipse» dos anos 30, a Peugeot imprimiu nos seus genes este conceito automóvel que consiste em utilizar o veículo, em função do desejo do momento, como coupé ou cabriolet, recorrendo à magia de um tejadilho rígido alojável na bagageira.

Há uma década, no Salão de Geneve de 1998, esta interpretação pertinente do prazer automóvel, sob a forma do concept car 20, provocou admiração, espanto e, até mesmo, inveja.

Os conhecimentos da Marca viriam a concretizar-se posteriormente, de forma bem sucedida, através do 206 CC e do 307 CC, que democratizaram um conceito até então elitista. Em linha com o sucesso desta primeira geração, seguiu-se o 207 CC e, em breve, será a vez do 308 CC se abrir aos olhares de todos.

Até final de Junho de 2008 foram produzidos 636.600 veículos destinados aos apaixonados desta arte de viver, fazendo da Peugeot o líder mundial dos coupe cabriolets.

Na mesma linha das silhuetas 308 berlina e SW, o 308 CC, com os seus verdadeiros quatro lugares, apodera-se dos trunfos originais do 308, capitaliza sobre o “espirito 307 CC” e sobre o savoir-faire da Marca Peugeot na área dos coupe cabriolet, prometendo sobretudo um prazer exclusivo: a espantosa capacidade de iludir as estações e de aproveitar sempre mais a configuração cabriolet.

Sem comentários: