segunda-feira, 28 de janeiro de 2008

O novo ludospace citadino da Peugeot

O Bipper Tepee é a nova oferta original da Peugeot no mundo dos
veículos ludospace. Prático e manejável, este modelo oferece uma
grande polivalência de utilização, que satisfará seguramente os
clientes em busca de um veículo não conformista, acessível e
adaptado ao ambiente da cidade. O Bipper Tepee fará a sua entrada
em Portugal no primeiro semestre de 2008, através da versão
“Outdoor”.
O estilo inovador do Bipper Tepee, simultaneamente lúdico e dinâmico,
manifesta-se plenamente através das dimensões exteriores limitadas e de
uma habitabilidade inédita. De facto, o Bipper Tepee oferece 5 verdadeiros
lugares e um espaço a bordo que constitui um recorde para um veículo
com apenas 3,96 m de comprimento.
Com um compartimento de bagagens cuja capacidade vai desde os 356
litros (abaixo da chapeleira) aos 884 litros (até ao nível superior dos
encostos com o banco traseiro rebatido), o Bipper Tepee propõe um amplo
volume de bagageira destinado a múltiplas finalidades, tanto para a prática
de actividades de lazer como para uma utilização familiar.
Inigualavelmente prático, graças às 2 portas laterais de correr e às portas
traseiras assimétricas, este novo ludospace da Peugeot seduz pela
modularidade e pela simplicidade de utilização em qualquer circunstância.
Por seu lado, o motor 1.4 HDi de 70 cv (50 kW) combina rendimento
ecológico e economia de utilização, enquanto que a forma compacta do
modelo, associada a um diâmetro de viragem entre passeios de apenas
9,95 m, permitem ao Bipper Tepee inserir-se facilmente em qualquer tipo
de trânsito!

domingo, 20 de janeiro de 2008

Um novo ludospace com grande liberdade de acção

Paralelamente ao Partner comercial ligeiro, a Peugeot prepara-se
para lançar o novo Partner Tepee de Passageiros. Posicionado entre o
compacto Bipper e o Expert, este novo modelo é um ludospace
dinâmico, confortável e de modularidade inédita, que oferece grande
liberdade de acção e uma resposta eficaz e sedutora às expectativas
de volume e funcionalidade.
A Peugeot criou, em 1996, uma nova categoria de viaturas de passageiros: o
ludospace. Este conceito inovador encontrou rapidamente a sua clientela, de
imediato seduzida por um veículo multiusos, com uma habitabilidade e uma
capacidade prática exemplares.
O mercado dos ludospaces tem vindo a progredir desde 1996, para atingir
actualmente uma maturidade segura, com uma taxa de crescimento estável
que se situou, ao longo dos últimos 3 anos, em cerca de 4% ao ano.
Actualmente, este mercado representa na Europa um total de 300.000
unidades anuais.
O Partner de passageiros, modelo do qual foram fabricados até agora mais de
570.000 exemplares, conheceu um sucesso crescente na Europa, propondo
desde o seu lançamento evoluções como as duas portas laterais de correr, o
tejadilho Zénith e uma remodelação em Novembro de 2002.
Estas evoluções contribuíram para fazer da Peugeot um actor incontornável
no segmento dos ludospace, viaturas de carácter familiar, práticas,
económicas e ideais para o lazer em todos os horizontes.
O novo Partner Tepee será produzido na fábrica espanhola de Vigo e a sua
comercialização arrancará na Primavera de 2008.
Um ludospace de forte personalidade
O estilo dinâmico e harmonioso do modelo exprime solidez e qualidade de
concepção. Personalizável em função dos níveis de equipamento, o Partner
Tepee pode revelar múltiplas fisionomias para melhor se adaptar aos desejos
dos clientes.
2/13
Espaço e modularidade incomparáveis
· Uma grande habitabilidade
Com um comprimento de 4,38 m, uma largura de 1,81 m e uma
altura de 1,80 m, o Partner Tepee oferece uma grande habitabilidade.
Independentemente da sua envergadura, todos os ocupantes se sentirão
à vontade a bordo, graças a uma largura ao nível dos cotovelos de 1,48
m à frente e a uma distância ao tejadilho superior a um metro (1,02 m).
Os passageiros de trás beneficiarão de um amplo espaço para as pernas
(245 mm livres para os joelhos).
· Muitos espaços de arrumação
O Partner Tepee beneficia de múltiplos espaços para arrumação de
objectos (na parte inferior do tejadilho, porta-luvas, sob os bancos da
frente, etc.) que facilitarão a vida aos ocupantes. Mais de 76 litros de
espaços abertos ou fechados podem ser utilizados para colocar mapas,
garrafas de água, copos, ferramentas ou, ainda, consolas de jogos para
crianças!
· 3 bancos individuais
O veículo é equipado de série com um banco traseiro de 3 lugares,
fraccionável 2/3 – 1/3, rebatível e que pode também ser retirado. Para
aumentar a modularidade da viatura, é possível optar por uma
configuração de três bancos individuais, inclináveis, rebatíveis e
retiráveis. Este equipamento, exclusivo no segmento dos ludospaces,
permite modular a gosto o espaço interior para uma adaptação a
múltiplas utilizações.
· Bagageira de grande volume
O compartimento de bagagens oferece um grande volume (505 dm3
abaixo da chapeleira – norma VDA), que pode atingir 3.000 litros
quando o espaço traseiro é utilizado ao máximo.
Tejadilho Zénith: para uma maior luminosidade e ainda mais
espaços de arrumação
Pelo seu design, o tejadilho Zénith seduz os clientes que desejam aumentar o
espaço de vida no interior do Partner Tepee, oferecendo locais de arrumação
que exploram inteligentemente o espaço disponível abaixo do tejadilho e
quatro grandes vidros que proporcionam um acréscimo de luminosidade.
No total, cerca de 80 litros adicionais de espaços para arrumação serão
colocados à disposição dos passageiros.
Este engenhoso equipamento, que integra três ventiladores suplementares
para os ocupantes da traseira e um perfumador de ambiente, permite elevar
para quase 170 litros o total dos espaços de arrumação disponíveis no interior
do Partner Tepee!
3/13
Uma estrutura segura e moderna para um comportamento
em estrada eficaz
Beneficiando da plataforma 2 do grupo PSA Peugeot Citroën, o Partner Tepee
possui uma estrutura rígida e performante. Em matéria de segurança
secundária, uma tripla via de esforço permite absorver melhor os choques
frontais e preservar o habitáculo. Os 6 airbags propostos, bem como o ESP,
contribuirão para reforçar a segurança dos passageiros.
As ligações ao solo, que integram todos os conhecimentos da Peugeot neste
campo, asseguram um comportamento em estrada dinâmico e seguro,
independentemente das condições da estrada: cidade, campo, estrada
sinuosa de montanha, …
Uma vasta gama de motores respeitadores do ambiente
São propostas quatro motorizações Diesel HDi com um escalonamento de
potência que permitirá a cada cliente encontrar a oferta que melhor
corresponda às suas necessidades.
Estes motores modernos oferecem consumos e emissões de CO2 limitados.
Dois dos quatro motores HDi podem receber um filtro de partículas
aditivado (FAP).
1.6 HDi 55 kW (75 cv)
1.6 HDi 66 kW (90 cv)
1.6 HDi FAP 66 kW (90 cv)
1.6 HDi FAP 80 kW (110 cv)
Prazer de condução
O Partner Tepee preocupa-se com o conforto dos ocupantes, propondo, de
série ou como opção em função das versões, equipamentos que tornarão a
viagem mais confortável: uma climatização manual ou automática bi-zona,
um sistema de aquecimento 100% ecológico, bancos dianteiros aquecidos,
etc…
O Partner Tepee propõe também equipamentos destinados a tornar mais fácil
a condução: detecção de furo ou baixa pressão dos pneus, ajuda ao
estacionamento atrás, limpa-vidros automático, rádio mono CD
compatível com MP3, etc…
Partner Tepee Outdoor
Correspondendo a uma forte expectativa de evasão dos centros urbanos, a
versão Outdoor beneficia de um estilo personalizado e de ligações ao solo
específicas e adequadas à sua vocação de circular fora das vias asfaltadas.
Elementos específicos de carroçaria sublinham o carácter ‘aventureiro’ do
veículo, enquanto que as ligações ao solo mais elevadas lhe garantem o
acesso a estradas ou caminhos degradados.
4/13
Uma personalidade atraente e dinâmica
O Partner Tepee tem um estilo muito expressivo que se baseia em linhas
harmoniosas e fluidas. Ao primeiro olhar, a silhueta revela uma excelente
impressão de segurança, propícia a longos e serenos trajectos em família.
O estilo moderno e dinâmico que caracteriza o Partner Tepee declina-se em
diferentes variantes, graças a elementos de carroçaria que permitem
personalizar o veículo em função dos níveis de equipamento.
O design conseguido e o sentido do detalhe constituem a expressão do
cuidado com que os estilistas conceberam uma viatura muito agradável de
viver. Estes realizaram uma zona dianteira característica da Marca,
desenhando uma grelha muito aberta, contornada por um amplo párachoques
envolvente. O bloco óptico, moderno e de grandes dimensões, com
faróis estirados, determina o «olhar» do veículo e afirma o seu carácter. O
grande emblema do Leão surge sobre o «nariz» do capot, à imagem das
últimas criações da Marca, definindo, pela sua forma em V, as linhas do
próprio capot.
A ligação harmoniosa, sem rupturas, entre a zona dianteira e a traseira da
viatura é obtida através de uma linha de carroçaria que parte da zona inferior
do guarda-lamas dianteiro, sobe ao longo dos arcos de roda muito
arredondados e continua sobre os montantes do pára-brisas avançado.
A grande luminosidade do habitáculo sugerida por este pára-brisas é
confirmada pelo tratamento dos flancos do Partner Tepee, nos quais as
superfícies vidradas ocupam um papel muito importante. O desenho
‘simétrico invertido’ dos vidros dianteiros e traseiros contribui plenamente
para a silhueta moderna e activa deste novo ludospace da Peugeot.
De notar a boa integração abaixo das custódias das calhas de deslizamento
da porta lateral de correr, testemunho da atenção consagrada pelos estilistas
ao tratamento de cada detalhe. É também este o caso dos frisos de
protecção, desenhados em harmonia com a linha dos vidros.
A traseira revela uma tampa de mala vidrada, ligeiramente abaulada, que
permite um bom acesso à bagageira. Os farolins, colocados em posição
elevada para assegurar a protecção contra os pequenos choques, têm uma
forma longitudinal, permitindo a maior abertura possível da tampa da mala,
uma facilidade adicional para as manobras do dia-a-dia.
O pára-choques traseiro declina-se de várias formas, podendo, na
versão Outdoor, receber uma guarnição para protecção da parte inferior.
O Partner Tepee possui dimensões compactas, comparáveis com as de uma
berlina de gama média. Caracteriza-se por um comprimento de 4,38 m,
uma largura de carroçaria de 1,81 m e por uma altura de 1,80 m.
5/13
Interior prático dotado de uma grande habitabilidade
O estilo interior é tranquilizador, em função do aspecto sólido do painel de
bordo e dos comandos, da cuidada ergonomia e da hábil disposição dos
numerosos espaços de arrumação presentes no habitáculo.
O painel de bordo, com a consola central larga e alta, contribui para o
sentimento de segurança e de bem-estar que reina a bordo do Partner Tepee.
O contacto com o veículo é fácil, os mostradores do painel de instrumentos
são legíveis e cada comando fica naturalmente ao alcance da mão. Os visores
e os botões encontram-se localizados de forma ideal na consola central, o
mesmo acontecendo com a alavanca de comando da caixa de velocidades
implantada no painel de bordo.
O posto de condução é, pois, prático, mas também elegante, graças à
animação criada pelas seis aberturas circulares (ventiladores e espaços de
arrumação) situados em torno da consola e nas extremidades do painel. Este
toque redondo e moderno, que rompe com o quadro estruturado da consola
central, afirma a personalidade do estilo interior.
O conforto dos ocupantes é outra das prioridades que guiaram os estilistas.
À frente, os bancos são confortáveis e oferecem um bom apoio lateral. O
condutor poderá regular o assento em altura e, graças ao volante
regulável em altura e profundidade, encontrará sempre a sua posição de
condução ideal.
Independentemente da sua envergadura, todos os ocupantes se sentirão à
vontade no interior do Partner Tepee. Com efeito, à frente, a distância ao
tejadilho eleva-se a 1,02 m e a largura ao nível dos cotovelos é de
1,48 m.
Para os três passageiros de trás, instalados 20 mm mais altos por
comparação com os bancos da frente, a distância ao tejadilho é de 0,99
m e a largura ao nível dos cotovelos de 1,49 m. O espaço para os joelhos
é também assinalável: 245 mm entre os bancos da frente e os joelhos dos
passageiros de trás.
Finalmente, o comprimento habitável, medido do pedal do acelerador ao
encosto do banco traseiro, é de 1,72 m.
O Partner Tepee tem o comprimento de uma berlina média, mas oferece, em
qualquer dos lugares, uma habitabilidade de nível superior. Este facto
conjuga-se com uma enorme acessibilidade aos lugares traseiros, graças às
duas portas laterais de correr.
6/13
3 bancos traseiros individuais
para maior modularidade
O Partner Tepee possui, de série, um banco traseiro fraccionável 2/3 –
1/3, rebatível e extraível. Deste modo, é possível retirar parte ou a
totalidade do banco traseiro para adaptar o interior do veículo às
necessidades dos seus utilizadores.
Para aumentar ainda mais a modularidade do Partner Tepee, encontra-se
disponível uma configuração com três bancos individuais. Equipado com
um apoio de cabeça do tipo «vírgula» e com um encosto inclinável, cada
banco pode ser facilmente rebatido ou extraído.
O banco central dispõe de uma estrutura que integra dois porta-copos. Uma
vez rebatido, este banco pode servir de apoio entre os dois bancos laterais. A
isto juntam-se ainda as prateleiras do tipo avião colocadas nas costas dos
bancos da frente. Este equipamento, inovador e exclusivo no segmento do
Partner Tepee, permite modular o interior da viatura, adaptando-o a múltiplas
utilizações.
Abundância de espaços para arrumação
Destinado a uma utilização familiar ou orientado para o lazer, o Partner Tepee
dispõe no habitáculo de espaços para arrumação em todos os locais em que
tal seria possível. Estes espaços abertos, fechados ou, até mesmo,
escondidos sob os bancos, irão encantar os mais e os menos jovens. Sempre
ao alcance da mão, os espaços disponíveis no painel de bordo, com uma
capacidade total de 12 litros, evitam a necessidade de ir à bagageira procurar
pequenos objectos do dia-a-dia. Deste modo, é possível alojar objectos nos
seguintes locais:
· Um porta-luvas na parte superior, por trás do volante,
· Um porta-luvas aberto ou fechado e podendo ser refrigerado, em
função das versões,
· Um espaço lateral na consola central baixa, do lado do passageiro,
· Uma caixa de formato ISO com tapete, com a presença do carregador
de CD,
· Dois espaços dispostos abaixo dos ventiladores da parte central do
painel de bordo,
· Um cinzeiro amovível.
Os passageiros da frente dispõem de um espaço de arrumação com a
capacidade de 12,5 litros, localizado sob o tejadilho, no qual é possível
colocar vários objectos ou documentos.
Os ocupantes podem também utilizar as bolsas rígidas das portas para
colocar uma garrafa de 1,5 litros e um copo.
A base do travão de mão foi tratada de forma a oferecer dois porta-copos
acessíveis aos passageiros de trás. Em opção, é possível instalar neste local
uma consola central fechada, com um volume adicional de 13 litros.
7/13
Para os passageiros de trás foram previstos espaços no piso, disponíveis em
função das versões, com um conteúdo unitário de 7 litros.
Finalmente, um pequeno espaço existente nas portas laterais de correr
encontra-se igualmente acessível aos passageiros de trás.
Design, luminosidade e engenhosos espaços para
arrumação com o tejadilho Zénith
Com um design forte e original, o novo tejadilho Zénith permite ampliar o
conforto, as vantagens de ordem prática e o bem-estar a bordo do Partner
Tepee. Trata-se de um verdadeiro prolongamento do espaço de vida!
Compõe-se de espaços que exploram de forma inteligente a zona
disponível abaixo do tejadilho e de quatro vidros de grande dimensão
situados ao nível do tejadilho. Estes vidros proporcionam uma grande
luminosidade ao habitáculo e aumentam a visibilidade exterior.
As crianças, sentadas na traseira, apreciarão o facto de verem desfilar a
paisagem sobre as suas cabeças! Com o tejadilho Zénith, a viagem no
Partner Tepee será para elas ainda mais agradável e lúdica.
Os espaços propostos com o tejadilho Zénith são múltiplos – cerca de 80
litros de espaços suplementares oferecidos ao nível do tejadilho –
podendo os ocupantes utilizar:
· Um espaço transversal
· Um espaço central à frente
· Um espaço central na traseira, de fundo translúcido
· Um volume traseiro de acesso duplo (a partir dos bancos de trás ou do
exterior, com a tampa da mala aberta).
Na parte alta encontram-se dispostos três ventiladores traseiros, de forma
circular e elegante, acompanhados por um perfumador de ambiente que
contribui para a sensação de bem-estar a bordo.
No exterior, as barras de tecto, específicas do tejadilho Zénith, vêm
completar este equipamento. Em função das necessidades, estas barras
podem ser dispostas longitudinal ou transversalmente, o que permite uma
modularidade ainda maior.
Um volume de bagageira consequente para todas
as malas da família e os seus equipamentos de lazer
O compartimento de bagagens do novo Partner Tepee apresenta um grande
volume: 505 dm3 abaixo da chapeleira (norma VDA). Se quisermos
transportar objectos mais volumosos, é possível, utilizando a modularidade
do banco traseiro, aumentar a capacidade da bagageira até 3.000 litros! É
mais do que o necessário para transportar bicicletas BTT!
8/13
Para os amadores de surf ou de pranchas de qualquer género, é possível
equipar o Partner Tepee com uma engenhosa galeria interior, que explora a
boa altura da parte traseira do habitáculo e a zona central do espaço de
arrumação sob o tejadilho, acessível a partir do compartimento de bagagens.
Deste modo, é possível transportar objectos com quase 3 m de comprimento!
A forma cúbica da bagageira e o limiar de carga de apenas 582 mm
permitem fáceis operações de carga num espaço bem protegido, uma vez que
o piso e as paredes laterais são integralmente revestidos por protecções.
Uma chapeleira rígida oculta o conteúdo do compartimento de bagagens,
mantendo-o ao abrigo dos olhares indiscretos.
Uma estrutura da mais recente geração
para um máximo de segurança dos passageiros
O Partner Tepee é um veículo de lazer fácil de conduzir e seguro que utiliza a
plataforma 2 do grupo PSA Peugeot Citroën. Reconhecida pelas suas
prestações, esta estrutura assegura, graças à sua importante rigidez, um
elevado nível de segurança e um comportamento em estrada de grande
qualidade.
Em matéria de segurança passiva, a viatura beneficia de uma tripla via de
esforço (baixa, média e alta) para repartir melhor a energia na
eventualidade de uma colisão frontal e preservar o habitáculo. Através de
dois prolongamentos no berço, a via baixa desdobra a acção da clássica via
média, um princípio que deriva da tecnologia 407.
A terceira via de esforço, na zona mais elevada, apoia-se sobre reforços
localizados na parte superior dos guarda-lamas, os quais vão conduzir a
energia resultante da colisão e ainda não dissipada para os montantes do
pára-brisas e para a espessura das portas.
A protecção dos peões foi também estudada, nomeadamente ao nível da via
de esforço baixa.
No caso de uma colisão lateral, a protecção dos ocupantes é assegurada pelo
pilar central reforçado, pelo reforço diagonal, pelos paddings das portas e
pela estrutura dos bancos, concebida para absorver uma parte da energia
resultante da colisão.
Um comportamento dinâmico de primeira ordem
Para transportar a família com total segurança, o Partner Tepee recebe
ligações ao solo da última geração, que lhe asseguram um comportamento
dinâmico e seguro, independentemente das condições da estrada.
O trem dianteiro é do tipo pseudo Mac Pherson, composto por braços
inferiores triangulados, molas helicoidais, amortecedores hidráulicos e uma
barra estabilizadora.
9/13
O trem traseiro é composto por uma travessa deformável associada a molas
helicoidais, amortecedores hidráulicos e barra estabilizadora. Foi realizado um
trabalho importante ao nível da implantação oblíqua dos amortecedores, para
preservar o volume interior útil. Este posicionamento permite limitar o espaço
ocupado pelas cavas de roda na bagageira e beneficiar de um volume mais
importante.
O Partner Tepee oferece um comportamento seguro e manobra-se sem
dificuldade, graças aos dois tipos de direcção assistida, propostos em
função das motorizações.
Em qualquer dos casos, a assistência é variável. Com os motores 1.6 HDi de
75 e 90 cv, trata-se de uma bomba associada, de débito em queda, que
modula a assistência em função do regime do motor. Com as restantes
motorizações – as versões HDi FAP – é um grupo electro-bomba que, tendo
em conta a velocidade de deslocação e a velocidade de rotação do volante,
faz variar electricamente a assistência da direcção.
Em matéria de travagem, o novo Partner é equipado com quatro travões de
disco para assegurar uma prestação eficaz independentemente das condições
de utilização. Os discos da frente são ventilados e apresentam dimensões
de 283x26 mm. Os discos traseiros são maciços de 268x12 mm.
Para maior eficácia de travagem, o veículo é equipado de série com um ABS
com repartidor electrónico de travagem e, ainda, com um sistema de
ajuda à travagem de emergência.
O acendimento automático dos quatro piscas no caso de uma forte
desaceleração está também presente no sistema ABS, permitindo limitar os
riscos de colisão durante uma travagem forte ou de urgência.
O ESP encontra-se disponível, em opção, com qualquer das motorizações,
associado a um sistema de anti-patinagem ASR e a uma função de ajuda
ao arranque em declive.
Em função das versões, os pneus podem ter uma dimensão 205/65R15 ou
215/55R16. Estes últimos podem ser, se tal for desejo do cliente, montados
em jantes de liga leve.
Para a traseira, foram concebidas uma trave e peças na zona inferior da
carroçaria, destinadas a deformarem-se progressivamente no caso de um
choque, limitando, deste modo, os custos de reparação.
Uma vasta gama de motores dinâmicos e económicos
No Partner Tepee são propostas quatro motorizações diesel (1.6 HDi de 75
e 90 cv, e 1.6 HDi FAP de 90 e 110 cv). Esta larga escolha permite
responder a qualquer exigência.
10/13
O novo ludospace da Peugeot será capaz de evoluir sem problemas em
qualquer tipo de terreno, preservando a natureza graças ao rendimento
ecológico favorável das suas modernas motorizações.
Os consumos são limitados e os dois motores com filtro de partículas
aditivado (FAP) – 1.6 HDi de 90 cv e 1.6 HDi de 110 cv – permitem um
respeito pelo ambiente ainda maior.
Diesel
Motores
1.6 HDi
55 kW
75 cv
1.6 HDi
*
66 kW
90 cv
1.6 HDi
FAP
80 kW
110 cv
Cilindrada (cm3) 1560 1560 1560
Número de cilindros 4 4 4
Número de válvulas 16 16 16
Potência máxima
55 kW a
4000 rpm
66 kW a
4000 rpm
80 kW a
4000 rpm
Binário máximo
* : com overboost
185 Nm a
1750 rpm
215 Nm a
1750 rpm
240 /
254* Nm
a 2000
rpm
Injecção
Directa
‘Common
Rail’
1600 bar
Directa
‘Common
Rail’
1600 bar
Directa
‘Common
Rail’
1600 bar
Sobre alimentação
Turbo de
geometria
fixa
Turbo de
geometria
fixa
Turbo de
geometria
variável
Tipo de caixa
Manual de
5 velocid.
Manual de
5 velocid.
Manual
de 5
velocid.
*: existe também na versão 1.6 HDi FAP 66 kW (90 cv) com turbo de
geometria variável e função overboost.
11/13
Conduzir com toda a segurança
Em complemento da eficaz estrutura reforçada, o Peugeot Tepee dedica toda
a atenção à segurança dos seus ocupantes, propondo, nomeadamente, até
seis airbags.
À frente, estão presentes dois airbags, podendo o do passageiro ser desligado
para permitir a instalação de um banco de criança.
Face a uma colisão lateral, os ocupantes serão protegidos por dois airbags
laterais toráxicos e dois airbags do tipo «cortina».
Todos os bancos recebem cintos de segurança com três pontos de fixação e
os cintos da frente dispõem de uma regulação em altura. Tendo em vista as
crianças, o banco do passageiro da frente e os lugares laterais traseiros são
equipados com fixações Isofix de três pontos de ancoramento. A segurança
dos mais pequenos está, pois, assegurada!
Um avisador luminoso associado a um alerta sonoro informam quando o cinto
de segurança do condutor não se encontra fechado.
No Partner Tepee, o condutor beneficia de vários sistemas destinados a
limitar o risco de acidente, entre os quais a ‘detecção de baixa pressão ou
furo’ com sensores localizados em cada uma das rodas. O dispositivo mede
as variações de pressão e de temperatura interna dos pneus, de modo a
poder localizar automaticamente uma roda defeituosa. A informação é
comunicada ao condutor por meio de uma mensagem visual no painel de
bordo e de um alerta sonoro.
Para além da segurança que daqui resulta, o controlo permanente e as
correcções de pressão que o sistema induz optimizam o ruído de rolamento, o
consumo e o desgaste dos pneus.
Entre as opções, está também disponível um limitador / regulador de
velocidade. O sistema é accionado de forma muito simples através de
comandos localizados sob o volante, permitindo não ultrapassar uma
velocidade escolhida ou fixar a velocidade que se pretende utilizar.
Bem-estar e conforto a bordo para todos os ocupantes
Graças aos equipamentos de conforto propostos, os passageiros do Partner
Tepee viajarão em excelentes condições.
Todos os ocupantes beneficiam do mesmo conforto térmico, devido às
condutas que difundem o ar do sistema de aquecimento de forma harmoniosa
entre a frente e a traseira. Nos veículos equipados com o tejadilho Zénith, o
dispositivo é completado por um sistema de aspiração e redistribuição do ar
para a traseira, o qual permite a ventilação da fila de trás através de três
ventiladores situados à altura do tejadilho.
12/13
Para refrescar o habitáculo encontra-se disponível, em opção ou de série, um
ar condicionado manual com reciclagem do ar interior. É também possível
optar por um ar condicionado automático bi-zona, um equipamento raro
neste segmento e sedutor para os passageiros que desejam uma temperatura
precisa e personalizada.
Confortavelmente instalados, os passageiros Tepee poderão apreciar
plenamente os equipamentos multimédia propostos em opção, a começar
pelo auto-rádio mono CD RD4 compatível com MP3, com uma potência
de 4 x 35 W. Este dispositivo pode ser completado por um carregador de 5
CD ou por um kit de mãos livres Bluetooth. Este último é gerido através dos
comandos áudio localizados sob o volante e utiliza um microfone integrado na
consola do tejadilho. As conversações telefónicas são difundidas por
intermédio do sistema áudio do veículo.
O Partner Tepee é um veículo agradável de viver e fácil de conduzir.
Numerosos equipamentos tornam a condução diária verdadeiramente mais
agradável.
· A ajuda ao estacionamento traseiro previne o condutor, através
de um alerta sonoro, associado em algumas versões a uma
informação visual no écran multifunções, da aproximação de um
obstáculo. Esta função opcional pode ser desactivada através de um
comando existente na fachada técnica.
· Finalmente, para proteger os retrovisores contra um eventual
choque durante o estacionamento ou para facilitar o acesso a bordo
em determinadas situações, é possível rebater electricamente os
retrovisores exteriores. Esta prestação opcional pode ser activada
manualmente pelo comando específico junto aos comandos do
elevador eléctrico dos vidros ou de forma automática aquando da
abertura / fecho das portas com o telecomando.
Partner Tepee Outdoor:
para os que apreciam a aventura para lá do asfalto
A denominação Outdoor, terminologia transversal no seio da gama Peugeot,
designa uma versão de características ‘todo o caminho’. Correspondendo a
uma expectativa já existente em numerosos mercados, esta versão beneficia
de um estilo e de ligações ao solo específicas, em adequação com a sua
vocação de circular fora dos caminhos asfaltados.
Do ponto de vista dinâmico, as especificidades do Partner Tepee Outdoor
compõem-se de:
· Suspensões sobre-elevadas, com um aumento da distância ao
solo de 10 mm
· Pneus específicos 215/55 R16
· Protecção em aço sob o motor.
13/13
Estas especificidades permitem ao Partner Tepee Outdoor utilizar estradas ou
caminhos degradados e atingir facilmente espaços naturais ou de lazer.
A adaptação das ligações ao solo é acompanhada por uma personalização de
estilo, afirmando o carácter ‘aventureiro’ desta versão.
Elementos da carroçaria que contribuem para este estilo específico:
· um enquadramento completo em torno da entrada de ar de cor
cinzento metalizado
· contornos cromados dos faróis de nevoeiro
· reforço da zona inferior da carroçaria
· guarnição inferior traseira específica de cor cinzento metalizado
Finalmente, os pára-choques são pintados em preto, enquanto que as barras
longitudinais de tejadilho, equipamento de série, completam a forte
personalização do Partner Tepee Outdoor.
Uma manutenção simplificada e económica
O Partner Tepee é um automóvel simples e de manutenção económica. Para
reduzir ao máximo os custos, foi aplicada a noção de coerência de
manutenção. Uma vez que os intervalos de mudança de óleo e de
manutenção do veículo se encontram associados, a duração de vida dos
elementos envolvidos (filtro de ar, filtro de pólens, velas, filtro de gasóleo,
pastilhas de travão, …) foi adaptada à periodicidade de manutenção.
A periodicidade das revisões foi fixada em 20.000 km ou 2 anos para os
motores diesel e em 30.000 km ou 2 anos para os motores a gasolina.
A correia de distribuição é substituída aos 240.000 km nas motorizações
diesel e aos 160.000 km nas motorizações a gasolina.

sexta-feira, 18 de janeiro de 2008

Novo Peugeot Partner

Eficácia profissional até ao mais pequeno detalhe
Presente há mais de um século no mercado dos Veículos Comerciais, tal
como no das Viaturas de Passageiros, a Peugeot completa, com o novo
Partner, o alargamento e a renovação completa da sua gama de veículos
destinados aos profissionais, uma acção que teve início em Junho de 2006.
Esta gama passa a ser a mais jovem e a mais completa do mercado,
declinando-se através de uma oferta que propõe uma escolha de volumes
de carga que vai de 2,5 a 17 m3.
Do Bipper, pequeno e engenhoso veículo citadino, ao Boxer, o grande
furgão, passando pelo Partner e pelo furgão compacto Expert, qualquer
profissional poderá encontrar actualmente na gama Peugeot uma resposta
eficaz às suas expectativas.
Esta procura de uma oferta eficaz ao serviço dos profissionais assume hoje
plena expressão com o novo Partner.
Na sua versão de Veículo Comercial Ligeiro, o Partner foi lançado em 1995,
tendo sido produzidos mais de 761.000 exemplares, subindo o total para
1.332.000 unidades se incluirmos a versão ludospace. As vendas totais
(veículo comercial ligeiro e veículo de passageiros) registaram um
crescimento constante desde o lançamento do modelo, passando de 60.000
unidades em 1997 para mais de 150.000 em 2007.
As suas qualidades intrínsecas e as numerosas evoluções (portas laterais de
correr, remodelação e novas motorizações HDi) concorreram para fazer do
Peugeot Partner um verdadeiro sucesso.
O mercado total europeu (18 países) dos Veículos Comerciais Ligeiros
atingiu no final de 2006 um nível recorde de 1.826.000 unidades e o ano de
2007 registou ainda uma progressão de 6%. Trata-se de um mercado muito
dinâmico, suportado pela renovação dos produtos e por uma oferta cada vez
mais adaptada às necessidades de mobilidade dos profissionais.
2/17
Neste mercado, o segmento dos pequenos furgões - o mais representado,
com 22,6% do total e 412.000 unidades vendidas em 2006 - evoluiu
fortemente ao longo da última década, passando de 351.000 unidades em
1997 para 412.000 em 2006 (+ 17,5%).
Tal como o seu predecessor, o novo Partner é produzido na fábrica de Vigo
(Espanha).
Diferenciador e perfeitamente adaptado às exigências de qualidade,
robustez, eficácia e profissionalismo dos seus clientes, o novo Partner é uma
verdadeira ferramenta de trabalho, tão polivalente como valorizante.
O novo modelo vai iniciar a sua comercialização nos principais países
europeus. Uma versão longa e uma versão estrado/cabina serão lançadas
no Outono de 2008.
· Duas silhuetas e capacidades de carga
que constituirão uma referência
O novo Partner, disponível em dois comprimentos (4,38 ou 4,63 m),
oferece prestações de referência no segmento dos pequenos furgões.
As linhas fluidas inspiram dinamismo e robustez. O desenho da parte
traseira é particularmente adaptado a uma utilização profissional e optimiza
as capacidades de carga. Assim, na versão curta, o novo Partner oferece
um volume de carga de 3,3 m3, associado a uma carga útil que pode
atingir 850 kg.
Na versão longa, o volume ascende a 3,7m3, com um comprimento útil
que pode chegar a 3,25 m.
A largura ao nível das cavas de roda (1,23 m) permite, em qualquer das
versões, receber uma palete normalizada (1,20 x 0,80 m)!
· Um tratamento cuidado e engenhoso
com uma importante inovação: o banco Multi-Flex.
Concebido até ao mais pequeno detalhe de profissional para profissional, o
novo Partner possui múltiplas soluções, práticas e engenhosas, destinadas a
facilitar a vida dos utilizadores.
Dadas as suas numerosas funcionalidades, o inovador banco Multi-Flex
assegura uma modularidade sem paralelo. Com efeito, este banco permitirá
acolher a bordo uma terceira pessoa, o que constitui uma novidade no
mercado dos pequenos furgões. Parcialmente escamoteável, o banco Multi-
Flex permite dispor de um comprimento de carga de 3 m, desde as portas
traseiras ao painel de bordo.
O novo Partner, que pode beneficiar de portas traseiras de batente
totalmente em chapa ou parcialmente vidradas, pode também ser equipado
3/17
com duas portas laterais de correr ou com uma porta traseira com óculo de
abertura separada, tornando o espaço de carga acessível de qualquer lado,
independentemente das condições encontradas.
Também os objectos longos poderão ser transportados, graças a uma
engenhosa galeria interior que utiliza todo o comprimento do tejadilho.
No interior do veículo, os passageiros confortavelmente instalados
beneficiam de um habitáculo que oferece segurança e robustez, e poderão
ainda aproveitar os múltiplos e inteligentes espaços de arrumação
disponíveis a bordo.
· Um comportamento em estrada seguro e eficaz
em qualquer circunstância
A estrutura segura e fiável, com três vias de esforço, do novo Partner
recebe ligações ao solo que asseguram um comportamento dinâmico sem
falhas, independentemente do nível de carga. A gama de motorizações do
Partner, ampla e moderna, responderá às mais variadas utilizações. Tendo
em vista o respeito pelo ambiente, é proposta uma motorização com filtro
de partículas aditivado: 1.6 HDi FAP de 90 cv (66 kW).
Equipamentos de segurança, como os 6 airbags ou o ESP, contribuirão para
garantir a segurança dos ocupantes.
· No topo da comunicação com um inovador sistema
de gestão de parque
Veículo moderno e comunicativo, o novo Partner permite o acesso a serviços
inovadores, como é o caso do módulo telemático de gestão de parque.
Uma caixa integrada na arquitectura electrónica do veículo envia
informações em modo GPRS a uma plataforma de serviços PSA Peugeot
Citroën. Deste modo, dados como a quilometragem percorrida, o nível de
óleo ou a quilometragem disponível até à próxima operação de manutenção
são automática e periodicamente conduzidas para os gestores dos parques
automóvel dos clientes, permitindo-lhes, assim, optimizar o controlo dos
custos de exploração das respectivas frotas. O novo Peugeot Partner é o
primeiro veículo a beneficiar deste serviço inovador, comercializado
em após-venda.
Os profissionais não deixarão de apreciar a qualidade de concepção do novo
Partner, as suas prestações que constituirão uma referência no respectivo
segmento, a sua modularidade e o tratamento engenhoso de múltiplos e
práticos detalhes que tornarão muito agradável a sua utilização no dia-adia.
4/17
Um estilo dinâmico que inspira robustez e
modernidade
As linhas fluidas e equilibradas do novo Partner conferem-lhe, ao primeiro
contacto, um aspecto dinâmico e robusto. O desenho cuidado, incluindo a
forma da célula traseira, sugere um carácter prático e uma excelente
capacidade de carga.
A sua personalidade provém, antes de mais, da linha de estilo principal que
nasce na frente do tejadilho e se prolonga através do pára-brisas muito
avançado. Nenhum ângulo vem perturbar este encadeamento que
proporciona modernidade e dinamismo ao conjunto da silhueta.
O pára-choques envolvente contribui plenamente para a percepção de
robustez, reforçada pela ampla entrada de ar, tão característica do estilo da
Marca, e a localização dos faróis de nevoeiro, posicionados na parte lateral
baixa do pára-choques, acentua a impressão de dinamismo ao alargar a
silhueta do veículo.
O parentesco com o resto da gama é confirmado pelo plano dianteiro
inclinado situado sobre o pára-choques, no qual se apoia o emblema da
Peugeot.
Os blocos ópticos, de grande dimensão, apresentam um estilo muito felino,
enquanto que o tratamento dos vários faróis retoma os códigos de estilo dos
últimos modelos da Marca. A harmonia de estilo com a grelha, que
acompanha o seu contorno, contribui para aumentar visualmente as
dimensões dos blocos ópticos.
Nos flancos, os arcos das rodas de grande dimensão e bastante salientes
introduzem um toque suplementar de robustez, enquanto que os grandes
frisos de protecção lateral amplificam a impressão de solidez que é induzida
pela silhueta global do veículo.
A zona lateral caracteriza-se também por um plano cortado no ângulo
inferior dos vidros, conferindo uma personalidade própria a esta parte do
veículo, em harmonia com o estilo dianteiro. Os vidros à face da carroçaria
contribuem, por seu lado, para a fluidez e a modernidade das linhas do novo
Partner.
A traseira, de formas ligeiramente arredondadas, oferece duas variantes de
aberturas (portas de batente ou tampa de mala) e sugere facilidade e
dimensão de carga. Os farolins, que variam em função do tipo de portas,
encontram-se posicionados na parte superior para evitar os pequenos
choques do dia-a-dia. Finalmente, as charneiras das portas de batente estão
ocultas, testemunhando a vontade da Peugeot em tratar a qualidade do
novo Partner até aos mais pequenos detalhes.
5/17
Um volume de carga de referência
O novo Partner encontra-se disponível em duas silhuetas de 4,38 e 4,63
m de comprimento, para uma distância entre eixos invariável de 2,73
m. Em função das versões, a altura varia entre 1,81 e 1,83 m.
Estas dimensões permitem oferecer prestações de carga que constituem
uma referência no segmento e responder, deste modo, às múltiplas
expectativas dos clientes.
Na sua versão curta, as capacidades do novo Partner colocam-no,
desde logo, como líder do seu segmento.
Com efeito:
· o volume útil é de 3,3 m3
· a carga útil é de 625 ou 850 kg
· o comprimento útil é de 1,80 m, podendo atingir 3,0 m se for
escamoteada uma parte do banco Multi-Flex
· a largura útil máxima é de 1,62 m
· a largura útil ao nível das cavas de roda é de 1,23 m, o que permite
carregar uma palete normalizada
· a altura útil é de 1,25 m
· o limiar de carga é de 0,584 m.
Na versão longa, o novo Partner oferece prestações ainda
superiores:
· o volume útil é de 3,7 m3
· a carga útil é de 770 kg
· o comprimento útil é de 2,05 m, podendo atingir 3,25 m com o
rebatimento do banco Multi-Flex
Apesar de apresentar capacidades de carga elevadas, o novo Partner
conserva, ainda assim, dimensões relativamente compactas, que lhe
asseguram uma utilização polivalente e lhe permitem evoluir com facilidade
tanto no centro da cidade como nas áreas industriais.
Um espaço de carga muito profissional
O espaço de carga foi concebido com um cuidado muito particular para
oferecer facilidade de utilização e robustez. Assim, o interior é protegido
contra as agressões das cargas transportadas e as paredes laterais dispõem
de um revestimento completo abaixo da linha da carroçaria. Nas versões de
equipamento superior, o piso é protegido por um tapete sintético. Esta
preocupação de preservar o espaço de carga face aos pequenos choques
permite manter intacto o aspecto da carroçaria exterior, um vector
importante de imagem para o proprietário do veículo.
O piso dispõe de seis anéis de fixação, sólidos e práticos, que permitem
manter estável a mercadoria transportada. Em complemento, são propostos
diversos dispositivos de fixação da carga, começando por uma grelha
de protecção de cinco barras, situada por trás do banco do condutor.
6/17
A pedido do cliente, é possível equipar o novo Partner com diferentes
variantes de divisória, cada uma delas correspondendo à resposta a
necessidades específicas:
· divisória meia altura
· divisória meia altura com grelha alta
· divisória meia altura com grelha alta e filtro insonorizante.
Estas divisórias dispõem de série de uma tampa amovível, localizada na
parte inferior, que, em conjunto com o banco Multi-Flex, permite explorar o
maior comprimento de carga possível.
Entre os aspectos práticos conta-se a segurança decorrente do
fecho/abertura selectivos das portas. Através de um botão existente no
painel de bordo, acompanhado por um avisador luminoso, é possível trancar
ou destrancar as aberturas do espaço de carga independentemente da
cabina. Este comando completa o botão de fecho centralizado das portas.
Para os profissionais que desejem aumentar a protecção contra roubo está
disponível um sistema de super fecho central de portas, o qual, no caso de
arrombamento do veículo, torna inoperante o conjunto dos comandos
interiores de abertura.
O novo Partner obtém excelentes resultados na classificação de
inviolabilidade Thatcham: 5 estrelas no critério roubo com a opção
alarme (4 estrelas sem alarme).
Uma modularidade inédita
com o inovador banco ‘Multi-Flex’
Verdadeira inovação no segmento, o banco Multi-Flex oferece uma
modularidade inédita. As suas múltiplas configurações permitem optimizar o
espaço de carga e tornar ainda mais prática a vida a bordo do novo Partner.
As suas funcionalidades são as seguintes:
· Escamoteação para permitir obter um piso plano contínuo com
o espaço de carga
Graças a uma cinemática inteligente e intuitiva, a parte lateral, uma vez
rebatida, prolonga o espaço de carga. Deste modo, é possível transportar,
no piso plano, cargas até 3 m de comprimento (3,25 m na versão
longa do Partner)! Esta prestação inédita no segmento é possível graças à
utilização de todo o espaço disponível entre as portas traseiras e o painel de
bordo.
Por outro lado, a parte posterior do encosto do banco lateral recebe uma
chapa protectora para suportar as utilizações mais exigentes.
7/17
· Posição para dispor de altura de carga à frente
A posição do assento da parte lateral pode ser alterada de modo a libertar
um espaço na parte da frente da cabina, sendo então possível transportar
uma carga alta no lugar do passageiro.
· Escritório móvel
O encosto da parte central é rebatível, deixando à vista uma prateleira
escritório com uma cinta de fixação de documentos. O assento pode
também ser rebatido para dar acesso a um espaço que pode ser fechado,
nomeadamente através de um cadeado.
· Terceiro lugar eventual
O banco Multi-Flex permite transportar na parte central, em plena
legalidade, uma terceira pessoa. Este lugar é equipado com um cinto de
segurança de três pontos e beneficia da protecção do duplo airbag do
passageiro.
O conjunto das funções do banco Multi-Flex contribui para a grande
modularidade do novo Partner. Este equipamento inovador irá seduzir uma
grande parte dos profissionais que buscam polivalência.
Duas portas laterais de correr para optimizar
a acessibilidade
Tendo beneficiado de uma concepção cuidada, o novo Partner é modulável e
acessível em todas as ocasiões!
As portas foram dimensionadas para optimizar o acesso a bordo e oferecer a
melhor ergonomia possível aos profissionais com necessidade de carregar e
descarregar regularmente o seu veículo.
Deste modo, o novo Partner pode ser equipado com uma ou duas portas
laterais de correr. Com uma largura útil de 640 mm e uma altura útil
de 1100 mm, estas portas libertam uma larga abertura para o espaço de
carga. A pedido do cliente, estas portas podem ser em chapa ou
parcialmente vidradas, com a possibilidade, neste último caso, de inclusão
de vidros de entreabrir.
Na traseira, as portas assimétricas de batente permitem uma operação de
carga numa largura máxima de 1250 mm e numa altura de 1200 mm.
O espaço libertado é, portanto, de forma quadrada para maior facilidade das
cargas e descargas. Em chapa ou parcialmente vidradas, as portas de
batente apresentam uma abertura que pode ir de 90 a 180º, o que torna
mais fáceis as operações no final de um cais!
Está também disponível uma tampa de mala vidrada, eventualmente
equipada com um óculo passível de ser aberto. É também possível dispor de
8/17
uma passagem no interior do tejadilho, permitindo o transporte de
objectos longos com as portas fechadas.
Para completar a iluminação de 15 W presente na zona traseira, é proposta
em algumas versões uma interessante lâmpada nómada com uma potência
de 5 W, implantada no espaço de carga.
Finalmente, o cuidado dedicado ao recorte da traseira e das portas permite
ao novo Partner oferecer um limiar de carga de apenas 584 mm. Os
profissionais apreciarão a facilidade de acesso proporcionada pelo novo
Partner, um veículo prático sob todos os pontos de vista e em todas as
circunstâncias.
Uma cabina funcional e serena
Pelas suas linhas, o estilo interior sugere a eficácia, o conforto e a robustez
adequados a uma utilização profissional.
Com uma forma alta e larga, o painel de bordo revela-se sereno e protector.
A consola central, de grande dimensão e com uma apresentação bem
estruturada, afirma o carácter do estilo interior. Dois ventiladores e duas
aberturas de forma circular delimitam os contornos desta consola e
contribuem para a qualidade percebida da cabina. Os dois ventiladores
laterais pontuam as extremidades do painel de bordo, em harmonia com a
parte central.
O grande painel de instrumentos e os seus mostradores de fácil leitura
contribuem para o sentimento de segurança que se encontra a bordo do
novo Partner.
Graças à grande abertura das portas e à ergonomia estudada dos comandos
e do habitáculo, o condutor encontrará facilmente uma posição de condução
confortável, para o que contribuem também um volante regulável em
altura e em profundidade e, em função do nível de equipamento, um
banco de condutor regulável em altura. Os assentos, de desenho
original, são também um factor importante de conforto para os passageiros,
oferecendo um excelente apoio lateral.
O contacto com o veículo faz-se de modo muito natural. Os diferentes
botões de comando surgem repartidos na consola de forma ergonómica,
para facilitar a respectiva manipulação.
Uma vez instalados, os ocupantes apreciarão a excelente visibilidade
exterior resultante da importante superfície vidrada. O vasto pára-brisas
inclinado contribui fortemente para esta sensação, tal como as zonas
vidradas que prolongam os vidros dianteiros. Em função da solicitação do
cliente, as portas laterais e as portas traseiras podem ser parcialmente em
vidro.
9/17
Espaços de arrumação práticos e dispostos
de forma inteligente
Na fase de concepção do veículo, cada espaço disponível foi valorizado, pelo
que o novo Partner oferece numerosos locais para arrumação de objectos.
No habitáculo foram previstos vários espaços ao nível do painel de bordo:
· um porta-luvas na parte superior por trás do volante,
· um porta-luvas aberto ou fechado, podendo ser refrigerado em
algumas versões, do lado do passageiro,
· um espaço lateral na consola central, em posição baixa e do lado do
passageiro,
· uma caixa de formato ISO com tapete, dependendo da presença de
um carregador de CD,
· dois espaços localizados por baixo dos ventiladores da parte central
do painel de bordo,
· um cinzeiro amovível.
Um outro espaço situado sob o tejadilho, com um volume que atinge 12,5
litros, permite guardar objectos de natureza vária. Esta zona integra
também as palas de sol e, na sua parte central, a luz interior de tejadilho.
Dada a sua forma, é possível ver os objectos ali colocados, o que facilita a
respectiva remoção.
Na parte inferior, ao nível do travão de mão, encontramos um vasto espaço
que integra, na zona posterior, dois porta-copos. Em opção, é possível
adaptar neste espaço uma consola fechada e amovível, com um volume
adicional de 13 litros.
As portas dianteiras dispõem de dois espaços para arrumação com um
volume total de 7,5 litros, onde é possível colocar uma garrafa de 1,5 litros
e um copo.
No piso, sob os assentos dos bancos da frente e acessíveis pela traseira,
existem dois espaços para arrumação, cada um deles com um volume de
3,5 litros. Em opção, encontra-se disponível uma gaveta sob o banco do
condutor, oferecendo um volume de 5 litros. Na zona de carga foi também
previsto um espaço para arrumação nas portas traseiras.
Uma inovadora galeria interior
Tendo em vista o transporte de cargas compridas, como é o caso de
painéis em madeira ou de tubos em PVC, pode ser instalada uma inovadora
galeria interior, modulável e engenhosa. Explorando a boa altura interior do
novo Partner e o espaço para arrumação localizado sob o tejadilho na
zona da cabina, o qual é acessível a partir da zona de carga, é possível,
com este equipamento, alojar objectos com quase 3m de
comprimento.
Todas as zonas disponíveis foram, pois, utilizadas para proporcionar um
grande número de espaços de arrumação, úteis e práticos no dia-a-dia.
10/17
Uma estrutura de última geração
para uma segurança máxima
O novo Partner é fabricado com base na plataforma 2 do grupo PSA Peugeot
Citroën. Continuamente melhorada à medida de cada novo lançamento, esta
estrutura assegura um elevado nível de segurança e um comportamento em
estrada de primeira ordem.
Em matéria de segurança passiva, o veículo beneficia de uma tripla
via de esforço (baixa, média e alta), de modo a repartir melhor a energia
na eventualidade de uma colisão frontal e a preservar o habitáculo.
Através de dois prolongamentos no berço, a via baixa desdobra a acção da
clássica via média, um princípio que deriva da tecnologia 407.
A terceira via de esforço, na parte mais elevada, apoia-se sobre reforços
localizados na parte superior dos guarda-lamas, os quais vão conduzir a
energia resultante da colisão e ainda não dissipada para os montantes do
pára-brisas e para a espessura das portas.
A protecção dos peões e os custos de reparação foram também estudados,
nomeadamente ao nível da via de esforço baixa.
No caso de uma colisão lateral, a protecção dos ocupantes é assegurada
pelo pilar central reforçado, pelo reforço diagonal, pelos paddings das portas
e pela estrutura dos bancos, concebida para absorver uma parte da energia
resultante da colisão.
Para a traseira, foram concebidas uma trave e peças na zona inferior da
carroçaria, destinadas a deformarem-se progressivamente no caso de um
choque, limitando, deste modo, os custos de reparação.
Um comportamento em estrada seguro e
eficaz, independentemente do nível de carga
A arquitectura das ligações ao solo deriva da plataforma 2 do Grupo, cujas
qualidades dinâmicas são reconhecidas.
O trem dianteiro do novo Partner é do tipo pseudo Mac Pherson,
composto por braços inferiores triangulados, molas helicoidais,
amortecedores hidráulicos e uma barra estabilizadora.
Este trem dianteiro, que integra todos os conhecimentos da Peugeot em
matéria de comportamento em estrada, beneficiou de adaptações
específicas tendo em vista uma utilização profissional.
O trem traseiro é composto por uma travessa deformável associada a
molas helicoidais, amortecedores hidráulicos e uma barra estabilizadora. Foi
realizado um trabalho importante ao nível da implantação oblíqua dos
11/17
amortecedores, para preservar o volume interior útil. Este posicionamento
permite limitar o espaço ocupado pelas cavas de roda na zona de carga, daí
resultando, como benefício imediato, a possibilidade de carregar uma palete
normalizada.
Destinado a transportar cargas até 850 kg, o novo Partner possui
amortecedores dimensionados de forma a responder a esta necessidade de
peso transportado e a suportar uma utilização em condições degradadas,
como é, por exemplo, o caso de um estaleiro. Com esta finalidade, foram
previstos calços utilizando duas matérias, que contribuem para a rigidez do
trem traseiro.
Para manobrar sem dificuldade um veículo carregado ou não, são propostos,
em função das motorizações, dois tipos de direcção assistida, em
qualquer dos casos, com assistência variável.
Com as motorizações 1.6 HDi 75 e 90 cv, trata-se de uma bomba associada,
de débito em queda, que modula a assistência em função do regime do
motor. No caso da motorização 1.6 HDi FAP 90 cv, é um grupo electrobomba
que, considerando vários parâmetros, como a velocidade de
deslocação ou a velocidade de rotação do volante, faz variar electricamente
a assistência da direcção.
Em matéria de travagem, o novo Partner é equipado com quatro travões de
disco para assegurar uma prestação eficaz independentemente do nível de
carga. Os discos da frente são ventilados e apresentam um diâmetro de
283 mm. Os discos traseiros são maciços com 268 mm de diâmetro.
Este conjunto permite assegurar uma travagem forte e performante.
O equipamento pneumático é de dimensão única (195/65R15) qualquer
que seja a motorização. Com o ‘Pack Chantier’, os pneus têm uma medida
ligeiramente diferente (195/70R15).
Para apoiar o condutor na acção de travagem, o veículo é equipado de série
com um ABS com repartidor electrónico de travagem e, ainda, com um
sistema de ajuda à travagem de emergência.
O acendimento automático dos quatro piscas no caso de uma forte
desaceleração está também presente no sistema ABS, permitindo limitar os
riscos de colisão durante uma travagem forte ou de urgência, ao prevenir, o
mais cedo possível, os condutores dos veículos que seguem à retaguarda.
Finalmente, o ESP encontra-se disponível em opção com qualquer das
motorizações, associado a um sistema de anti-patinagem ASR e a uma
função de ajuda ao arranque em declive.
Graças ao conjunto destes equipamentos e à qualidade dos trens rolantes, o
comportamento em estrada do novo Partner, dinâmico e seguro, tem por
ambição constituir uma referência no seu segmento de mercado.
12/17
Uma gama de motores performante
e adaptada a cada utilização
No novo Partner é proposta uma gama larga e moderna de quatro motores.
Esta oferta, composta por um motor a gasolina 1.6 de 90 cv e por três
motores diesel (1.6 HDi de 75 e 90 cv e 1.6 HDi FAP de 90 cv),
responde a todas as necessidades de utilização. Estas motorizações
conjugam performances e rendimento ecológico, o que se traduz,
nomeadamente, por consumos limitados e, no caso da motorização 1.6 HDi
FAP de 90 cv, dada a disponibilidade de um filtro de partículas aditivado
(FAP), por um melhor respeito pelo ambiente.
Motores
1.6 16v
66 kW
90 cv
1.6 HDi
55 kW
75 cv
1.6 HDi
66 kW
90 cv
1.6 HDi FAP
66 kW
90 cv
Cilindrada (cm3) 1587 1560 1560 1560
Número de cilindros 4 4 4 4
Número de válvulas 16 16 16 16
Combustível Gasolina Gasóleo Gasóleo Gasóleo
Potência máxima
66 kW a
5500 rpm
55 kW a
4000 rpm
66 kW a
4000 rpm
66 kW nd
Binário máximo
* : com overboost
132 Nm a
2500 rpm
185 Nm a
1750 rpm
215 Nm a
1750 rpm
nd
Injecção
Indirecta
multiponto
sequencial
Directa
‘Common
Rail’
1600 bar
Directa
‘Common
Rail’
1600 bar
Directa
‘Common
Rail’
1600 bar
Sobrealimentação
-- Turbo de
geometria
fixa
Turbo de
geometria
fixa
Turbo de
geometria
fixa
Caixa de velocidades
Manual de
5 velocid.
Manual de
5 velocid.
Manual de
5 velocid.
Manual de 5
velocid.
nd : não disponível
13/17
Equipamentos de segurança de alto nível
O novo Partner é um veículo seguro, graças à sua estrutura reforçada e a
uma oferta completa e moderna de equipamentos que visam proteger os
ocupantes no caso de uma eventual colisão.
Os cintos de segurança de três pontos de fixação nos lugares laterais são
reguláveis em altura e equipados com um sistema de pré-tensão pirotécnica
com limitador de esforço. Um avisador luminoso e um alerta sonoro
sinalizam o facto de o cinto do condutor não se encontrar fechado.
Para os clientes frotistas que o exijam, está disponível como opção um
avisador do fecho do passageiro não fechado associado a um sistema de
detecção da presença do passageiro.
O banco do passageiro dispõe de um sistema de fixação Isofix de três
pontos, permitindo transportar crianças nas melhores condições de
segurança.
Em função das versões, o veículo pode dispor de até seis airbags. À
frente, o airbag do condutor é completado por um airbag passageiro, que
pode ser desligado, podendo ainda ser integrados nos flancos dois airbags
laterais toráxicos e dois airbags do tipo «cortina».
No capítulo da segurança primária, existem dois dispositivos que vão ajudar
o condutor a limitar o risco de acidente.
O primeiro desses dispositivos é a opção ‘detecção de baixa pressão ou
furo’. Constituindo uma inovação no segmento dos pequenos furgões, este
sistema detecta, através de sensores localizados em cada uma das rodas,
um abaixamento de pressão ou um furo. O dispositivo mede as variações de
pressão e de temperatura interna dos pneus, de modo a poder localizar
automaticamente uma roda defeituosa.
A informação é comunicada ao condutor por meio de uma mensagem visual
no painel de bordo e de um alerta sonoro.
Para além da segurança que daqui resulta, o controlo permanente e as
correcções de pressão que o sistema induz optimizam o ruído de rolamento,
o consumo e o desgaste dos pneus.
Em opção e segundo as versões, é também possível escolher um limitador
/ regulador de velocidade, o qual é accionado de forma muito simples
através de comandos localizados sob o volante, permitindo não ultrapassar
uma velocidade escolhida ou fixar a velocidade que se pretende utilizar.
14/17
Uma condução confortável e agradável
Veículo de vocação profissional, o novo Partner cuidou os equipamentos de
conforto para benefício dos ocupantes que nele permanecerão muitas horas.
Para um maior bem-estar, qualquer que seja a temperatura exterior,
encontra-se disponível um sistema de climatização manual com
reciclagem do ar interior. Em alguns níveis de equipamento, é possível optar
por uma climatização automática bi-zona. Este equipamento, originário
do mundo das berlinas, satisfará os passageiros que desejem dispor de um
conforto térmico personalizado, com cada ocupante a poder regular a
temperatura que deseja obter.
Confortavelmente instalados, os passageiros do novo Partner poderão
apreciar plenamente os equipamentos multimédia propostos em opção,
a começar pelo auto-rádio mono CD RD4 compatível com MP3, com
uma potência de 4 x 35 W. Este dispositivo pode ser completado por um
carregador de 5 CD ou por um kit de mãos livres Bluetooth. Este
último é gerido através dos comandos áudio localizados sob o volante e
utiliza um microfone integrado na consola do tejadilho. As conversações
telefónicas são difundidas por intermédio do sistema áudio do veículo.
Equipamentos que facilitam a condução
Para tornar mais fácil a condução quotidiana, o novo Partner propõe um
conjunto de equipamentos opcionais.
A ajuda ao estacionamento traseiro, particularmente útil numa utilização
urbana, avisa o condutor da aproximação de um obstáculo, através de um
alerta sonoro e, em algumas versões, por intermédio de uma informação
visual no painel multifunções. Esta função pode ser desactivada através de
um botão implantado na fachada técnica.
O sistema automático de limpeza do pára-brisas encontra-se também
disponível, o mesmo acontecendo com o acendimento automático dos
faróis. A função ‘iluminação de acompanhamento’ permite beneficiar
de uma iluminação exterior quando se abandona o veículo. Esta função pode
ser automática ou manual, em função da presença ou não do sistema de
acendimento automático dos faróis.
Finalmente, para proteger os retrovisores contra um eventual choque
durante o estacionamento ou para facilitar o acesso a bordo em
determinadas situações, é possível rebater electricamente os
retrovisores exteriores. Esta prestação opcional pode ser activada
manualmente pelo comando específico junto aos comandos do elevador
eléctrico dos vidros ou de forma automática aquando da abertura / fecho
das portas com o telecomando.
15/17
Um inovador sistema telemático gestão de parque
Especialmente pensado e realizado para a clientela de frotas de empresa, o
novo Partner está preparado para receber um módulo que permite o acesso
automático e periódico por parte dos responsáveis de frota a dados como a
quilometragem percorrida e os alertas mecânicos.
Este serviço inovador, comercializado em após-venda com um contrato de
serviço, envia os dados em modo GPRS a uma plataforma de serviço PSA
Peugeot Citroën. Os dados podem ser consultados directamente pelos
responsáveis do cliente no formato Excel ou INTERPARC, uma ferramenta de
gestão e de acompanhamento de frotas automóvel acessível através da
Internet e comercializada pela Peugeot Parc Alliance.
O módulo é ligado directamente à arquitectura multiplexa da viatura e
utiliza uma antena e um cartão SIM para enviar as informações que
permitirão optimizar os custos de exploração dos veículos da frota:
· quilometragem total percorrida,
· quilometragem disponível até à próxima revisão,
· quilometragem excedente relativamente à próxima revisão,
· tempo excedente relativamente à próxima revisão,
· insuficiência de nível (água, óleo, etc…),
· temperatura incorrecta dos fluidos,
· pressão dos fluidos.
No total, podem ser analisados 39 indicadores.
A vantagem mais importante deste serviço, actualmente sem
equivalência no mercado, consiste no fornecimento de informações
fiáveis provenientes directamente dos veículos, sem intervenção dos
utilizadores ou dos gestores de frota, sem perda de tempo e sem
necessidade de implementar uma infra-estrutura específica.
O Pack ‘Chantier’
O Partner possui, como equipamento de série, ligações ao solo que lhe
permitem evoluir confortavelmente em qualquer tipo de piso. No entanto,
para os profissionais que desejem melhorar as capacidades de circulação em
terrenos relativamente difíceis, como é o caso dos estaleiros, é possível
escolher em opção um ‘Pack Chantier, o qual integra uma chapa de
protecção sob o motor, pneus específicos 195/70R15 e uma
distância ao solo aumentada em 10 mm.
16/17
Uma gama comercial simples
A gama comercial é simples e integra dois níveis de equipamento.
*: o conteúdo do nível Confort Pack pode variar em função dos mercados de
destino.
A estes equipamentos de série juntam-se opções e toda uma gama de
acessórios de vocação profissional (grelhas, porta-bagagens de tejadilho,
etc…)
· ABS + AFU
· Airbag condutor
· Fecho centralizado das portas
· Elevador eléctrico dos vidros
· Jantes 195/65 R 15
· Portas traseiras assimétricas em chapa
· Espaço para arrumação sob a parte anterior do tejadilho
· Revestimento da cabina em alcatifa
· Revestimento completo do espaço de carga abaixo da linha
dos vidros
· Grelha de protecção de 5 barras
· 1 Porta lateral de correr
· Banco Multi-Flex
· Pack Plus (Telecomando, Elevador eléctrico e sequencial dos
vidros, Retrovisores eléctricos e com aquecimento)
· Tampões de roda
· Revestimento da cabina em sintético
· Revestimento TPO no espaço de carga
· Lâmpada amovível no espaço de carga
· Contorno superior da entrada de ar dianteira na cor da
CONFORT
CONFORT PACK *
OPÇÕES + ACESSÓRIOS
17/17
Custo de utilização
As empresas, tal como os profissionais independentes, são muito atentas ao
custo de manutenção do seu veículo. Trata-se de um dado primordial que
intervém na escolha da viatura.
Para reduzir ao máximo estes custos, o novo Partner desenvolve a noção de
coerência de manutenção, que consiste em não relacionar os intervalos de
mudança de óleo e de manutenção do veículo. Em consequência, a duração
de vida dos elementos envolvidos (filtro de ar, filtro de pólens, velas, filtro
de gasóleo, pastilhas de travão, …) foi adaptada à periodicidade de
manutenção.
A periodicidade das revisões foi fixada em 20.000 km ou 2 anos para os
motores diesel e em 30.000 km ou 2 anos para os motores a
gasolina. A correia de distribuição é substituída aos 240.000 km nas
motorizações diesel e aos 160.000 km nas motorizações a gasolina. Estes
elementos permitem ao novo Partner apresentar um custo de manutenção
particularmente baixo por comparação com os concorrentes deste segmento
de mercado.
Cores e revestimentos
O novo Partner é declinado em 6 cores:
Cores opacas
· Branco banquise
· Vermelho ardent
· Preto onyx
Cores metalizadas
· Cinzento aluminium
· Cinzento fer
· Azul kyanos
São propostos dois revestimentos:
No nível Confort :
· Revestimento: Transcodage
· Ambiente interior: Mistral e Cinzento Bise
· Painéis de porta: Cinzento Bise
No nível Confort Pack :
· Revestimento: Rayediag
· Ambiente interior: Mistral e Cinzento Bise
· Painéis de porta: Mistral

segunda-feira, 14 de janeiro de 2008

207 Open acessível por 13.800 euros

A Peugeot acaba de introduzir um reforço de peso na gama 207: o
207 Open marca o regresso de uma série especial que oferece
preço reduzido, mas equipamento, qualidade e conforto elevados.
Até 31 de Março, este 207 está disponível por apenas 13.800
euros.
Com cerca de 10.000 unidades vendidas desde o seu lançamento, a gama
207 tem constituído um sucesso inegável em Portugal. De sorriso aberto,
o 207 seduz pelas suas linhas fluídas e dinâmicas, mas também pela
qualidade de concepção, pelos níveis de conforto, a segurança e as
agradáveis prestações que oferece aos seus proprietários. Agora com a
série especial Open, a Peugeot leva mais longe o capital de sedução do
207, ao apresentar uma vantagem de preço de 1.500 euros face ao
207 Trendy, versão que serve de base a esta série especial.
Esteticamente, este 207 é identificável pela aplicação do badge exclusivo
“Open” nas portas dianteiras. Sob o capot, esta série especial surge
associada exclusivamente à berlina de 5 portas e à nova motorização a
gasolina 1.4 de 95 cv.
Com 1.397 cm3, o motor 1.4 desenvolve uma potência máxima de 95 cv
(70 Kw) às 6.000 rpm e um binário de 136 Nm às 4.000 rpm. Esta
motorização permite ao 207 ostentar, em circuito misto, um consumo de
apenas 6,1 litros/100 km e emissões de CO2 limitadas a 145 g/km.
Aliada aos baixos consumos e às emissões amigas do ambiente, esta
motorização a gasolina oferece igualmente um excelente desempenho,
atingindo uma velocidade máxima de 185 km/h e bastam 11,5s para
acelerar dos 0 aos 100 km.
· Uma excelente relação preço/ motor/ equipamento
A série especial 207 Open dispõe do mesmo nível de equipamento do 207
Trendy, apesar da significativa vantagem de preço (menos 1.500 €), o
que o torna uma proposta irresístivel entre as motorizações a gasolina de
baixa cilindrada do segmento.
2/2
Deste modo, o 207 Open apresenta, entre outros, os seguintes
equipamentos de série:
Segurança:
- ABS com repartidor electrónico de travagem
- Acendimento automático dos sinalizadores de emergência
- Assistência à travagem de emergência
- Alerta visual e sonoro de colocação dos cintos de segurança à
frente e se extracção atrás
- 6 Airbags (frontais, laterais e tipo cortina à frente e atrás)
- Apoios de cabeça dianteiros reguláveis em altura
- Coluna de direcção retráctil
- Fixações Isofix (2) no banco traseiro
Interior:
- Auto-rádio RD4 com mono CD frontal e leitor de MP3, 6
altifalantes, comandos sob o volante e ligação no porta-luvas
para leitores externos
- Bancos dianteiros reguláveis em altura
- Computador de bordo
- Decoração em cinzento mate e pilares da fachada central em
preto ou Grége
- Mostrador central multi-funções com informação da temperatura
exterior, hora, data, mensagens de alerta,
personalização/configuração, computador de bordo e rádio
- Painel de instrumentos com 4 mostradores em branco com
contorno cinzento mate
- Trancamento automático das portas em andamento
- Vidros dianteiros com comando eléctrico; sequencial e antientalamento
do lado do condutor
- Volante regulável em altura e profundidade
Exterior:
- Frisos de protecção lateral em preto
- Limpa-vidros dianteiro com 2 velocidades + intermitente
- Pára-choques na cor da carroçaria
- Regulação eléctrica da altura dos faróis
- Retrovisores exteriores com comando eléctrico e desembaciador
- Sistema “Follow me home”
- Vidros coloridos
Entre as opções, o destaque vai para:
- Alarme perimétrico e volumétrico + supertrancamento
- Ar condicionado manual com filtro de pólenes
- E.S.P. – Electronic Stability Program
- Kit mãos-livres Bluetooth
- Tecto de abrir panorâmico com comando eléctrico

quarta-feira, 9 de janeiro de 2008

Venda de veículos Peugeot cresce 3,7% em 2007

Venda de veículos Peugeot cresce 3,7% em 2007
· 207 ultrapassou os objectivos
· Ano-recorde para os Veículos Comerciais Ligeiros
Os factos relevantes :
- Aumento de 3,7% das vendas de veículos, que chegou às 1.786.000
unidades e progressão das vendas de veículos e peças separadas, num
total de 1.967.000 (+ 0,4 %);
- Sucesso do modelo 207 (521.000 vendas), líder do segmento B na
Europa;
- Ano-recorde para as vendas mundiais de veículos comerciais ligeiros:
257.000 unidades (+ 13,7 %), com vendas com um crescimento de 22
% no que respeita ao novo Boxer e 31 % no que respeita ao novo
Expert;
Continuação do crescimento
Em 2007, a Peugeot vendeu 1.786.000 Veículos Particulares e Comerciais
Ligeiros no mundo, o que representa um aumento de 3,7 % em relação a
2006. No total, o conjunto das vendas de veículos e peças aumentou 0,4%,
alcançando as 1.967.000 unidades.
Esta progressão da Marca assenta no crescimento de modelos recentes,
como os 207, Boxer e Expert, na boa performance do 207 e 206, nas
primeiras entregas do 308 e, finalmente, numa presença mundial cada vez
mais forte.
Refira-se que o nível das vendas da Peugeot em 2007 foi o 3º mais alto da
história da Marca, depois dos dois anos-recorde de 2004 e 2005
(respectivamente com 2.027.200 e 1.995.500 vendas de veículos e peças).
Com este resultado, a actividade comercial da Peugeot reparte-se da seguinte
forma: 21,5 % em França; 40,7 % na Europa ocidental (excepto França);
37,8 % no resto do mundo.
2/5
No plano internacional, em 2007 a Peugeot confirmou as orientações
favoráveis da Marca nas suas zonas de desenvolvimento prioritárias. Deste
modo, na China a Peugeot passou de 82.000 para 93.000 vendas (+
13,7%). Com um terço das vendas totais do ano concentradas no quarto
trimestre, a Peugeot acelerou o seu crescimento nesse país sempre
prometedor, com um mercado global de mais de 5,2 milhões de unidades
matriculadas em 2007.
Segunda zona de maior importância, o Mercosur, que está em pleno
crescimento, permitiu à Peugeot um aumento de 22,3%, com 141.000
unidades comercializadas. Na Argentina, a Marca ocupa 11% do mercado,
com 60.000 unidades, e no Brasil, chega-se ao fim do ano com 80.6000
vendas, ou seja um crescimento de 19%.
Na Europa de Leste (PECO e Países Bálticos), a Peugeot passa de 60.000
para 70.000 vendas, marcando uma evolução de + 16,4 %.
Por fim, na Rússia, o crescimento da Peugeot é de 63,1 % entre 2006 e
2007 (26.000 vendas vs 16.000).
O 207 em plena maturidade
Representando em 2007 cerca de 26% das vendas totais da Marca, o 207
é um dos pontos fortes da Peugeot nesse ano. Com 521.000 unidades
vendidas, contra um objectivo inicial de 500.000, esta nova gama ganha
pontos em vários campos.
Ela impõe-se no mercado dos veículos Particulares na Europa
ocidental (18 países), com 424.000 matrículas, à cabeça do seu
segmento. Associado ao 206, que continua bem presente (79.000
matrículas), o par 206/207 está em segunda posição no mercado europeu,
para o conjunto dos modelos.
Juntando-lhes os 107 e 1007, as propostas da Marca no segmento B
venderam no total 952.000 unidades no conjunto dos mercados mundiais (+
4,8 % face a 2006).
Comerciais Ligeiros, um trunfo decisivo
A segunda categoria ganhadora para a Peugeot chama-se VCL. Com as suas
gamas de Veículos Comerciais Ligeiros – o trio Partner, Expert, Boxer –, a
Marca passou de 226.000 unidades comercializadas em 2006 para
257.000, em 2007.
Apesar de ainda não ter sido renovado, o Partner cresceu 7% de um ano
para o outro, enquanto que o novo Expert teve um crescimento de 31 %
(de 33.000 para 43.000). O novo Boxer conseguiu um aumento de 22 %
(54.000 vs 45.000 em 2006).
3/5
Globalmente, na Europa ocidental, a oferta de veículos comerciais ligeiros da
Peugeot ganhou 0,4 pontos de quota de mercado (8,8 % vs 8,4 % em
2006). Para a Marca, o crescimento dos VCL neste mercado (+ 8,7 % e
180.500 veículos) equilibrou parcialmente a ligeira erosão do volume dos
veículos particulares (- 2 %) em 1.045.600 matrículas).
Bom comportamento da gama média
Terceiro elemento positivo, o recente lançamento do 308, logo saudado
pelo « Volante de Ouro » na Alemanha, que foi recebido muito favoravelmente
pelo público, e vendeu 83.000 unidades em poucas semanas.
No mesmo segmento, o 307 ficou a um nível elevado com 365.700
unidades (vs 444.400 em 2006) a nível global mundial. Produzido nalgumas
zonas prioritárias da Marca (China e Argentina), ele desempenha aí um papel
de primeira importância.
Quatro outras gamas completam a oferta da Marca (407, 607, 807, 4007) e
totalizam, em 2007, 169.000 vendas. Entre estas, o 407 representa
135.000 unidades.
As peças isoladas, exportadas principalmente para o Irão, atingem 181.000
unidades, o que significa uma redução de 23,5% em relação a 2006
(237.000), na sequência de uma redução de stocks. Esta descida faz-se em
benefício dos veículos montados (+ 3,7 %) dos quais foram produzidos
1.786.000 exemplares.
· A Peugeot no mercado da Europa ocidental
(Matrículas em 18 países *)
A totalidade do mercado europeu ocidental dos veículos particulares e
comerciais ligeiros, sempre marcado em 2007 por um clima concorrencial
exacerbado, é de 16.851.000 matrículas, em ligeira progressão (+ 0,7%) em
relação a 2006, das quais 14.789.000 VP (+ 0,1 %) e 2.062.000 VCL (+ 4,9
%).
Neste contexto, as matrículas totais da Peugeot na região, 1.226.100,
são praticamente estáveis, determinando uma quota de mercado de
7,3% - muito próxima da de 2006 (7,4 %). A Marca vendeu assim 1.045.600
VP (- 2 %) e 180.500 VCL (+ 8,7 %).
Só no mercado dos veículos ligeiros, a Peugeot registou em 2007 uma
percentagem de mercado de 7,1 % (7,2 % em 2006).
No que respeita às principais famílias de produto, a riqueza da oferta da Marca
no segmento B europeu, onde o 207 (423.800 matrículas, 2,9% do mercado)
ocupou permanentemente o 1º lugar durante todo o ano, compensou em
grande parte o recuo programado do 307 e o do 407, que privilegia a
rentabilidade no contexto de uma concorrência renhida.
4/5
A progressão espectacular do 308, lançado no último quadrimestre, só fez
sentir os seus efeitos no fim do ano (já mais de 1% de quota de mercado em
Dezembro de 2007).
Ao nível dos veículos comerciais ligeiros, a Peugeot beneficiou do
rejuvenescimento e do enriquecimento da sua oferta (o novo BOXER em 2006,
o novo EXPERT em 2007) e mostrou uma progressão do volume de 8,7%,
correspondente a uma quota de mercado de 8,8%, superior em quase meio
ponto à de 2006 (8,4%). Isto, antes mesmo dos lançamentos do BIPPER e do
novo PARTNER previstos para 2008.
No plano dos produtos, 2007 confirmou o lugar de líder do par 206/207
que, com 8% de penetração, ganhou o primeiro lugar das matrículas do
segmento B. No mesmo tempo, o 207 realizou 6,4% de penetração do
mercado a nível do conjunto das marcas e tornou-se no primeiro
veículo vendido aos clientes particulares.
*Europa ocidental + Islândia
· Destaques a nível internacional fora da Europa ocidental
A nível internacional, com 744.000 unidades, as vendas de veículos
montados progridem em relação a 2006 (734.900 unidades). No que
respeita às vendas de peças separadas, elas registam ao longo do ano uma
redução de 23,5 %, passando de 237.000 para 181.000, mas, em
compensação, estão estáveis no segundo semestre, traduzindo assim o fim da
redução dos stocks.
- Progressão de 16,4 % na Europa Central
Na Europa Central (Croácia, Hungria, Polónia, República Checa, Eslováquia
e Eslovénia), o ano de 2007 conheceu uma forte progressão (+ 11%) no
mercado total, com 982.000 matrículas, devido a um aumento de 10% da
procura de VP e de 23% do mercado de VCL.
Com 70.000 matrículas VP + VCL, a Peugeot progride nesta região
16,4% em volume e 0,3 pontos em quota de mercado (6,2 %, contra 5,9
% em 2006). É de sublinhar, em particular, a notável progressão, pelo
segundo ano consecutivo, das realizações de VCL da Marca: + 40% em
volume e uma quota de mercado de 8,9% (7,8 % em 2006).
- Europa de Leste
Destaque para a Rússia, um dos eixos estratégicos de desenvolvimento
para a Peugeot, onde a Marca progrediu fortemente, atingindo as 26.000
vendas, ou seja, uma progressão de 63,1% em relação a 2006, depois de
ter registado uma evolução de + 77% em 2006. Em dois anos, as vendas
cresceram 182 %.
5/5
A nível internacional, destaque ainda para :
- Irão - onde a facturação de peças separadas se eleva a 173.000
unidades. O volume de negócios progride graças, sobretudo, ao
aumento dos volumes do 206 Sedan e à evolução continuada de peças
sobresselentes (+ 50%).
- América Latina – as vendas da Peugeot nesta zona ultrapassaram as
180.000 unidades em 2007, o que representa uma progressão de 14%.
- Ásia Pacífico – com cerca de 120.000 matrículas, a Peugeot continuou
o seu crescimento em 2007. Na China, a Marca elevou as vendas para
93.000 unidades no ano passado, conquistando uma quota de mercado
de 1,8%, e no Japão as vendas cifraram-se em 8.300 unidades,
penalizadas pela baixa do mercado (-5,7% face a 2006). Na Austrália, a
Marca atingiu um novo recorde com cerca de 9.000 matrículas em
2007.